Nossos Direitos

Download PDF

Direitos da Pessoa com Doença Reumática
            Artrite Reumatoide é uma doença crônica, degenerativa, podendo ser incapacitante e traz consigo um agravante que é a dor, a dor crônica, a dor que não é uma dor de momento, é uma dor que simplesmente muda toda a nossa vida.
            Com essas mudanças, logo vem os $ Custo da AR, afinal, ter uma doença crônica no Brasil significa ter um alto custo de vida, infelizmente as políticas públicas de atenção a pessoa com doença crônica não são capazes de suprir todas as nossas necessidades. Por razões como essa, eu acho extremamente justo que a pessoa com Artrite Reumatóide e a pessoa com qualquer outra doença reumática, faça vale os seus direitos.
              Vou citar os principais direitos que podemos pleitear:
  • Isenção Tarifária, para transporte publico municipal e intermunicipal
  • Passe Livre (para viagens interestaduais)
  • Compra Carro Zero KM com isenção de Impostos
  • Auxílio- Doença ou Licença para Tratamento de Saúde
  • Aposentadoria por Invalidez
  • LOAS – Benefício Assistencial
  • Isenção de Imposto de Renda
  • Andamento jurídico prioritário
  • Saque do FGTS e PIS/PASEP
  • Lei de Cotas
    • Inscrever-se em Concurso Publico como Pessoa com Deficiência ou PNE.
    • Vagas nas universidade pela lei de cotas destinada a Pessoa com Deficiência ou PNE.
IsençãoTarifária para transporte publico municipal e intermunicipal
Compreende a isenção de pagamento das tarifas de transporte publico, cada estado e município brasileiro, tem a sua regulamentação sobre a isenção tarifária, em São Paulo, a isenção tarifária acontece através do Bilhete Único (SPTRANS) e Bilhete BOM Especial (EMTU). Temos uma portaria que regulamenta esse direito, estabelecendo quem tem direito ou não a gratuidade. Os municípios costumam ter empresas de ônibus diferentes das que temos nas capitais e portanto, cada município tem a sua forma de conceder a gratuidade no transporte publico.
            O acesso a gratuidade acontece quase sempre através do Serviço Social de cada cidade, em todos os lugares, geralmente nas UBS “Unidades Básicas de Saúde”,AMA, AMEs e Centros de Saúde. Informe-se na sua cidade sobre onde serviço social atua.
        Para solicitar a isenção tarifária é necessário apresentar Laudo Médico (atestado,relatório) de preferência de um médico do SUS “Sistema Único de Saúde”, contendo as informações que identificam o paciente, a descrição do estado clínico e o CID-10 (código internacional da doença).
            Como laudo médico em mãos, compareça ao local de atendimento do Serviço Social (UBS, AMA), será solicitado uma relação de documentos e agendado uma avaliação com a Assistente Social e estando tudo certo, é marcado uma pericia com o médico perito da UBS, após a pericia, será fornecido um Laudo com o símbolo internacional da PcD (cadeira de rodas), após a emissão deste laudo, basta comparecer nas unidades de emissão da carteirinha da gratuidade, em SP na SPTRANS e EMTU.
Passe Livre (para viagens interestaduais)
            O passe livre é um beneficio social do Ministério do Transporte que permite a gratuidade no transporte publico interestadual (exemplo de MG para RJ), porém por ser um beneficio social, não basta ter a doença, tem que ser carente (ganhar menos que R$ 750,00).
            Quem recebe auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez pode ir ao INSS e solicitar uma declaração para transporte gratuito.
Obs.: somente tem direito a gratuidade no Transporte Publico, as pessoas que não estão trabalhando, pessoas que tem a doença, porém estão trabalhando, não podem usar a gratuidade, o uso indevido deste benefício pode levar a processo criminal.
Compra CarroZero KM com isenção de IPI e ICMS
Descontos de Impostos
·       IPI
·       ICMS
·       IOF
·       IPVA
O desconto completo, acontece quando a pessoa é a condutora do veículo, o primeiro passo para quem tem AR e quer a isenção para compra de veículos zero km, é ter a “carteira de motorista especial”.
            Para quem não é condutor, o desconto é parcial, devendo ser determinado um condutor responsável pelo paciente.
        A solicitação de desconto, pode ser facilitada pelas montadoras e revendas, geralmente, toda concessionária tem um setor especial para isso, chamado de “mobilidade”, porém a pessoa pode fazer tudo sozinha, primeiro solicitando o desconto na Receita Estadual e posteriormente na Receita Federal.
Auxílio-Doença ou Licença para Tratamento de Saúde
O auxílio-doença, é um direito da pessoa que esta em dia com as contribuições previdenciárias, que contribui há mais de 12 meses, como contribuinte individual ou empregado de empresa/governo.
Ter a doença não basta, a doença em si não é determinante para obrigatoriedade do INSS em conceder o auxílio-doença, é necessário a avaliação médica pericial, o atestado do nosso médico assistente pode estar solicitando o afastamento do trabalho, porém, isso não é a certeza de afastamento, essa certeza somente acontece após o médico perito do INSS declarar a pessoa inapta para o trabalho.
        Fim da Alta Programada, agora quem estiver aguardando perícia de prorrogação não ficará sem receber, quem pede prorrogação dentro do prazo (15 dias antes do vencimento do benefício), passa a receber o pagamento do Auxílio Doença, até a data da pericia e se por acaso tiver alta, não precisa devolver o valor recebido.
Aposentadoria por Invalidez
            Aaposentaria por invalidez não acontece obrigatoriamente após o auxílio doença,quem decide pela aposentadoria por invalidez é o médico perito do INSS ouatravés de ação judicial nos Fóruns Federais Especiais. E também não é verdadeque após 24 contínuo o auxílio-doença é convertido em aposentadoria porinvalidez.
LOAS
            O LOAS é um beneficio assistencial pago a todo brasileiro que não pode trabalhar por conseqüência de doença ou deficiência, comprovados por exame médico pericial.
Não é preciso advogado para solicitar o LOAS, compareça a uma unidade do INSS e solicite o LOAS, será então agendado um horário com a Assistente Social que irá avaliar o caso e solicitar uma série de documentos, após a entrega dos documentos solicitados, será marcado uma perícia com o médico perito que irá conceder ou não o LOAS, o período do LOAS é por 2 anos, a cada 2 anos é preciso renovar a solicitação.
A pessoa com AR ou outra doença reumática que não está empregado, ou não está dentro do período de carência, ou nunca recolheu INSS não tem direito a auxílio doença e sim ao LOAS.
Se após a perícia médica for negado o LOAS, é necessário entrar com pedido do LOAS através da Justiça Federal Especial.
Isenção de Imposto de Renda
      Somente tem isenção de pagamento de imposto de renda, a pessoa com doença reumática que estiver recebendo auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez, automaticamente a Declaração Anual do INSS vem como Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis.
      Maiores informações:
Saque do FGTS e PIS/PASEP
            Pessoas aposentada por invalidez automaticamente já tem o direito de sacar o FGTS e PIS/PASEP.
Porém, podemos pedir através da Justiça Federal Especial o Saque do FGTS e PIS/PASEP, o juízes tem concedido este direito a pessoa com doença reumática, em 2009 eu saquei meu FGTS com pedido através da Justiça Federal Especial, o juiz concedeu este saque em 30 dias.
Lei de Cotas
            ComoArtrite Reumatóide, somos considerados Pessoas com Mobilidade Reduzida, a dor é um importante agravante da doença, acredito que a aposentadoria por invalidez não seja uma opção de “qualidade de vida”, e trabalhar no mesmo ritmo de uma pessoa que não tem a doença, nem sempre é algo fácil. Então, se pudermos trabalhar em condições e horários especiais seria mais fácil de trabalhar.
            Para concorrer a uma vaga pela lei de cotas, tanto para emprego ou para estudos é preciso que no ato da inscrição, seja declarado à deficiência, a nossa deficiência se enquadra em “Deficiência Física” por Mobilidade Reduzida, em alguns editais já consta a opção “Pessoa com Mobilidade Reduzida”, porém se não tiver, se inscreva como Pessoa com Deficiência (PcD).
      Para comprovar a deficiência devemos solicitar a nossos médicos um relatório detalhado descrevendo a doença, a evolução da doença e as limitações impostas pela doença, temos vários seguidores deste blog que já estão trabalhando através da lei de cotas.
Não desista, ao primeiro não,diga, Porque não?
Nem sempre a conquista de todos esses direitos será fácil, passamos por vários e várias situações, algumas muito chatas, outras vexatórias, mas não desista, pois nós somente nós, pessoas com doenças crônicas sabemos o quanto R$ gastamos para ter uma vida comparável à pessoa que não tem a doença.
Atualizado em 10/09/2011
Me adicione nas redes sociais, basta clicar nos ícones abaixo
PDF Creator    Enviar artigo em PDF   

Comments

184 ideias sobre “Nossos Direitos

  1. Eu trabalho nun restaurante japonês limpo muito salmão tudo inteiro , de janeiro pra comecei sentir muitas dores passei no medico fiz exames deu burrice crônica e agora nao consigo nen dormi mais , meu chefe falou que se eu quise posso pedir as conta mas ele não vai me mandar embora sabe não sei o que fazer , estouccom
    Muita dor comando injeção muitos medicação e tenho que trabalha por favor me ajude falando o que posso fazer muito obrigado e bom dia.

    • Bom dia, se for bursite, fisioterapia e medicamentos poderá ajudar muito, como trabalha num restaurante japonês a ingestão de omega 3 presente nos peixes de água fria ajudará muito, mas o seu diagnóstico deve ser confirmado se é bursite, ler ou alguma doença reumática

  2. Olá
    Fui diagnosticada há mais ou menos uns sete anos com AR, desde então faço tratamento com remédios carríssimos como o Remicade, mas meu convenio paga o tramento, meu receio é a qualquer momento o convenio suspender isso (tratamento caro e sem expectativa de cura) caso isso ocorra posso dar continuidade ao tratamento pelo SUS ou melhor dizendo, adquirir a medicação pelo SUS? Tenho todos esses direitos que vc mencionou na matéria? Posso sacar o PIS? Comprar carro zero com isenção de impostos adaptado as minhas necessidades, mesmo no caso de financiamento?

    • Sim poderá continuar o tratamento pelo SUS, seu plano não pode suspender o tratamento, e com relação a isenção de impostos etc, é apenas no caso de você ter perda de funcionalidades, o diagnóstico apenas não é o suficiente

    • O plano não pode suspender o tratamento, porém se for necessário procure o sus, os direitos com relação a isenção de impostos, se faz necessário a perda de funcionalidades o simples diagnóstico não é suficiente

    • O plano de saúde obrigatoriamente arcará com o seu tratamento, porém se caso perda o plano o SUS fornecerá o tratamento, em relação à isenção de impostos o fato de ter um diagnóstico não lhe dá esse direito, só terá esse direito se a doença já houver lhe causado perda de funcionalidades

  3. Oi Priscila, meu nome é Eliana tenho 54 anos, e a 14 anos sofro com dores horríveis, que eram tratadas como fibromialgia, dor crônica … acho que errôneamente, pois é mais fácil atribuir a dor a uma doença que só tem exame clínico. Há quase um ano descobri que tenho artrose grau 3, lombar, uma microfissura coluna, artrose em toda ela ,no quadril e mão direita, tenho exames de raio x e ressonância que comprovam a doença. Continuo em tratamento, mas a dor é intensa demais para que eu consiga ter uma vida longe da normal, e para agravar a situação tenho depressão desde criança, sou hipertensa e tenho um ruido no ouvido que é de enlouquecer.
    Já há mais de 5 anos que não trabalho, tenho empresa aberta, porém sem movimento, também ja faz tempo que não contribuo com o INSS, por falta de condições, mas tenho 20 anos de contribuição pagas.
    Quais os meus direitos perante a lei??? Não sei o que fazer, uma vez que não tenho condições de trabalhar, também não consigo me tratar.
    Muito Obrigada pela atenção.

    • No seu caso pode pagar o inss por 4 meses e já pedir uma perícia para requerer auxílio doença ou aposentadoria, ligue no 135 eles lhe indicará a melhor opção, ou ajuda judicial, há o ministério público, juízado especial federal

  4. Boa Noite
    Fui diagnosticada com “enfisema pulmonar e partes grosseiramente calcificadas” nos pulmões, pois sou asmática. Gostaria de saber se vou ser afastada do trabalho, se tenho direito à aposentadoria (tenho 48 anos e quase 30 de contribuição), mas ainda não fechei o tempo. Meu tratamento, por estar com uma crise aguda, está saindo muito caro e as medicações são durante o dia toda (a maioria, bombinhas). Meu trabalho é estressante, pois sou muito solicitada em várias funções, tanto que quando retorno do trabalho, tenho enxaquecas terríveis, aliás, problema esse que já vem com o trabalho, pois devido a este estresse todo, hoje sou hipertensa, tenho a doença de haschimoto e agora me aparece este problema nos pulmões. Poderia me orientar? Aguardo e agradeço.

  5. OLÁ PRISCILA, ESTOU ME SENTINDO MUITO MAL, TIPO ASSIM HUMILHADA SABE, FIQUEI UM ANO E CINCO MESES AFASTADA DO TRABALHO, ONDE SOU EFETIVADA NA PREFEITURA LOCAL COMO AUX. DE SERV. GERAIS(LIMPEZA) HÁ CINCO ANOS, VOLTEI NO MES DE FEVEREIRO, PQ A MÉDICA FALOU QUE POSSO VOLTAR A TRABALHAR, SEM FAZER ESFORÇOS FÍSICO E NEM PEGAR PESO, E TBM COLOCOU OS CID DAS DOENÇAS QUE SÃO: M05.8, M35.0, M15.0, M75.1 E e M70.6, E COLOCOU TBM ASSIM, AS LESÕES DE PARTES MOLES(BURSITE + TENDINITES) JUNTAMENTE C/ A DOENÇA AUTO-IMUNE ATUALMENTE ATIVA E RECORRENTE (DAS 28= 4,72, CONTRA INDICAM ESFORÇOS FÍSICO, VOLTEI A TRABALHAR MOSTRANDO ESTE LAUDO, O PERITO LOCAL DE ONDE TRABALHO(PQ NÓS NÃO SOMOS MANDADO P/ INSS),QUANDO VOLTEI NA MINHA REUMATO, ELA MANDOU UM LAUDO FALANDO QUE SE NÃO TIVESSE COMO MUDAR MINHA FUNÇÃO SUGERIDO NO LAUDO ANTERIOR QUE ERA P/ O PERITO MANDAR POR ESCRITO, PQ A MEDICA IA MANDAR P/ O INSS, O MESMO OLHOU O LAUDO E ME PERGUNTOU, O QUE TERIA LÁ NO MEU LOCAL DE TRABALHO QUE EU ACHAVA QUE PODERIA FAZER, RESPONDI QUE SE FOSSE PELAS DORES EU FICARIA EM CASA, JÁ QUE O PERITO E O PESSOAL DO RH SEMPRE ALEGAM QUE, SE EU FIZ CONCURSO P/ UMA FUNÇÃO, ELES NÃO TEM COMO ME MUDAR P/ OUTRA, SABE COMO ESTOU, ME SENTINDO CANSADA DE LUTAR, ALÉM DAS DORES AINDA NEH, MUITO CHATEADA, MUITO CHORONA, E AINDA AGORA P/ AJUDAR DOIS TIPO DE GASTRITE E BACTÉRIA NO ESTOMAGO, TOMANDO 4 COMPRIMIDOS PELA MANHÃ E MAIS 4 A NOITE, QUANDO FIZ A ENDOSCOPIA, O GASTRO FALOU P/ MINHA ACOMPANHANTE QUE O FLUOXETINA ESTA ACABANDO C/ MEU ESTOMAGO, E TBM ME PREPARANDO P/ CIRURGIA DE VESÍCULA, O QUE ME ENTRISTECE E ME FAZ SENTIR HUMILHADA PRISCILA É QUE PASSO ESSAS COISAS P/ ELES, ELES ME DÃO ESTAS RESPOSTAS CITADAS ACIMA, DAI A POUCO VEJO EMBAIXO DO MEU NARIZ ELES MUDANDO FUNÇÃO DE PESSOAS CHEIAS DE SAÚDE, PQ SÃO COMISSIONADAS OU CONTRATADAS, E EU CHEIA DE DOR, TENDO QUE FAZER TD TIPO DE TRABALHO COMO AUXILIAR, E ELES CONHECEM MEU TRABALHO DE ANTES, ELES SABEM QUE SOU PROFISSIONAL NO QUE FAÇO, MAS ACHO QUE FALTOU RECONHECIMENTO NEH,TEMOS DIREITO A 3 FALTAS ATESTADAS, SE FALTARMOS UM DIA A MAIS PERDEMOS O TICKET ALIMENTAÇÃO, FIQUEI 15 DIAS DE ATESTADO, AI PERDI O TICKET, ESTOU PERDENDO CONSULTAS POR CAUSA DESTAS LEIS QUE FAZEM NO NOSSO MUNICÍPIO,POR FAVOR PRISCILA, QUERO SABER DE VC, QUAIS SÃO AS LEIS QUE ME AMPARA C/ AR, POIS TEM UMA PESSOA AQUI QUE QUER LEVAR MEU CASO P/ O MINISTÉRIO PÚBLICO, MAS ANÔNIMO, PESSOA ESSA, QUE É UMA FUNCIONÁRIA DO MESMO CARGO QUE EU, PEÇO ASSIM SE VC PODE ESTAR ME ORIENTANDO NO QUE FOR POSSÍVEL. OBS.: TRABALHO C/ DORES DURANTE O DIA E A NOITE A DOR É PIOR, E TEM NOITES QUE NEM RIVOTRIL AJUDA. A E PEÇO TBM SE É CERTO LEVAR MEU CASO P/ O MINISTÉRIO PÚBLICO COMO A COLEGA QUER FAZER, DESDE JÁ FICO MUITO GRATA, UM GRANDE ABRAÇO.

    • Madalena, você tem direito a reabilitação profissional que é a conversão da sua vaga no cargo público em um cargo, que seja compatível com a sua dificuldade causada pela doença, isso é feito pelo médico do trabalho, com suporte do serviço social e psicologia da medicina do trabalho da prefeitura onde você trabalha. Na impossibilidade de retornar ao trabalhar pela reabilitação, você tem direito a ser mantida em licença para tratamento para saúde, porém, não tem lei que obrigue a empresa a te pagar de licença médica, o ticket, de licença médica perde-se o ticket, infelizmente é assim.
      Converse com sua médica e reveja junto da medicina do trabalho a sua reabilitação profissional, isso não é uma humilhação (não deve ser) e sim um direito que você tem. Lute por ele!!!

  6. Boa noite Priscila,

    Acabei de ser diagnosticada AR, porem tenho sintomas desde criança. Hoje minhas dores alem de constantes são muito fortes e não consigo mais dirigir e não estou mais conseguindo executar minhas atividade plenamente com Engenheira, pois não consigo dirigir e andar grandes distancias, sem contar o fato de eu trabalhar a 80km de distancia de minha residência, bom resumindo, estou pensando e deixar minha profissão devido as dores. Gostaria de saber como eu posso solicitar a documentação necessária ao INSS ou ao órgão competente para eu me enquadrar em portador de necessidade especiais e assim poder concorrer a uma vaga desse tipo. E também gostaria de saber se posso ter direito isenções de taxas na compra de um carro automático, pois hoje não estou mais dirigindo carros manuais devido as dores. Obrigada pela atenção.

  7. Boa meus amigos mim chamo Carlos sou do interior de Pernanbuco ja tenho 10 anos de carteira assinada mais agora as empresa não mim contrata mais tenho 38 anos e estou com ( Ostoporose Ostopenia e doença degenerativa na coluna tenho as ressonancia da cola e tenho a dessetrometia ossea sinto muita caibra  quando estou dormindo nas pernas gostaria de sabe se isto da direito de fica no beneficio gosto muito de trabalha mais infelismento sinto muita dor nas pernas e coluna por favor mim respondam .

  8. boa tarde,
    Por gentileza,
    Eu sofri um acidente de trabalho em 2004, perdi o movimento do pé (E). fiz várias cirurgias e não resolveu, com o tempo gerou artrosse, artrite, atrofia do nervo, sinto muitas dores inchassos no pé e na perna. estou sem trabalhar há dois anos e não saquei meu FGTS porque eu sai por justa causa, recebo auxilio acidente mas não é nem um terço do meu salário.
    Por eu não ter mais movimento no meu pé eu posso sacar meu FGTS. Eu fiquei sabendo que só poderia sacar depois de 3 anos inativo, mas por esse motivo que eu relatei poderia sacá-lo.

    • Adilson, o FGTS pode sim ser sacado após 3 anos da última contribuição, compareça a Caixa Econômica Federal e leve sua carteira de trabalho, eles contam 3 anos à partir da data na carteira de trabalho.
      Abraços.

  9. Oi Priscila, tenho tendinite desde 2000, fui mandado embora da empresa que trabalhava por voltar da licença, fui demitido em Dezembro de 2005 e desde então não consegui mais arrumar emprego, apesar de ser formado na área de Informática (TI) , não consegui mais colocação no mercado de trabalho, gostaria que você me ajudasse no seguinte, tenho direito a tirar a CNH especial ?, Tenho direito a retirar o FGTS ?, pois desde 2005 meu FGTS ficou preso, pois não assinei a rescisão. Você pode responder para mim ?, Obrigado pela ajuda.

    • Marco.
      Você tem ainda tendinite? caso tenha e caso te cause alguma dificuldade, você pode lutar por vaga de emprego pela lei de cotas, dependerá do grau da tendinite e do comprometimento que ela te traz.
      FGTS: após 3 anos sem registro em carteira, pode ser sacado o FGTS, para isso você deve ir na Caixa Econômica Federal levando sua carteira de trabalho, você sacará o FGTS na hora.
      Carteira de Motorista Especial: não sei responder sua pergunta, caso a tendinite te cause dificuldade para dirigir, vc deve buscar esse direito, mas não sei afirmar se tendinite se enquandra na lei de isenção tarifária do detran, é preciso consultar uma auto escola especializada em emitir CNH especial.

      Desejo Boa Sorte, espero ter ajudado!!

  10. oi eu tenho artrite reumatoide ja faz 13 anos ate agora nunca recebi um remedio do sus estou desempregado eu gostaria de saber se eu tenho algum direito de alguma coisa por causa dessa doença e onde conseguir esses beneficios com essa doença que eu tenho obrigado

    • Marco, quais medicamentos você usa?
      Conversa com o seu médico, a artrite reumatoide tem uma ampla lista de medicamentos que são fornecidos pelo SUS, para ter o medicamento fornecido pelo SUS, é preciso que os medicamentos façam parte desta lista.
      Benefícios para quem está desempregado, é o LOAS (um salário minimo, + tem que passar por avaliação social e médica pericial), e também se estiver desempregado a menos de 1 ano, pode solicitar o auxilio doença e para casos especiais vc pode buscar ajuda através a Justiça Federal Especial.

      Boa Sorte!!

  11. Priscila Torres, estou em desvio de função a um ano, por motivo de artrite rematoide, mas sem laudo médico, pois meu municipio não consegue marcar minha consulta com um reumatolista do Sus, e todo tempo sou ameçada de voltar para minha função de auxiliar de serviços gerais, neste caso o que procedimento tomar para que meu direito seja respeitado, apenas com exames confirmando o problema, sou efetiva a 8 anos, e já conseguir terminar o ensino superior( pedagogia).

    • Ana, busque a defensoria pública da sua cidade, pois 1 ano esperando uma consulta no SUS é muito tempo, a sua empresa deve esperar a sua avaliação médica, quanto a empresa, peça para passar com o médico do trabalho e explique a situação, a empresa não tem o direito de te colocar em situação vexatória por uma ineficiência do sistema público de saúde, se a empresa tem pressa do laudo, eles deveriam providenciar então uma consulta com um médico reumatologista para definir a sua situação laboral. Converse com o médico do trabalho, fale também com a assistente social e não deixe de buscar ajuda com a defensoria pública da sua cidade.
      Boa Sorte e não desista dos seus direitos, você pode pedir sim a reabilitação e seu curso superior deve ser levado em consideração.

  12. estou em beneficio por assidente de trabalho(b91) desde junho de 2006 sendo que agora em 2013 fis cirurgia no ombro(cidm751) e fiquei com algumas restrisoes para dirigir gostaria de saber se tenho direito em conprar carro com desconto

    • Olá, Serli.
      Todas as pessoas que têm alguma dificuldade/deformidade ou deficiência causado por doença ou acidentes, tem direito a usar a lei da isenção tarifária, desde que tudo conste em um bom relatório médico justificando as necessidades especiais.
      Boa Sorte!!

  13. Boa tarde,

    Sou portador de Espondilite anquilosante (CID M06.8) em tratamento desde 2011 com o medicamento Adalimumab/Humira. (ANTI-TRF), porém, trabalho normalmente.

    Passei por perícia médica, pelo DETRAN, e os peritos deram como resultado APTO e SEM NECESSIDADE DE VEICULO MODIFICADO.
    Poderia me auxiliar com os passos necessários para que eu possa adquirir um veículo novo com isenção de imposto, ou me informar se tenho ou não esse direito.

  14. bom dia tenho 20 grupo pago eu tenho artropatia acrõmio clavicular nos dois ombro tenho doença degenerativa óssea da coluna lombo sacra tenho reumatismo cronico diabete pressão alta e tomo 3 alprazolam 3 citalopram e outro medicamentos paras as dores não consigo auxilio doença muito obrigado joão ramos cesário lage sp 03/02/2014

  15. Oi, eu sou portadora de Artrite Reumatóide e Síndrome de Sjögren,tenho um relatório médico que diz que devo evitar locais secos e com ar-condicionado por esse motivo fui obrigada a pedir demissão do meu último emprego,não tenho direito ao auxílio doença porque minhas articulações estão em perfeito estado e a Sindrome de Sjögren é uma doença que me deixa péssima quando o ar está muito seco,porém vivo um dilema se eu falo para o empregador que tenho a artrite reumatóide e a síndrome eles não me empregam e se eu não falo nada vai acontecer o mesmo que foi nessa última empresa,eu não aguentei a dor, a irritação nos olhos e inflamação na garganta por causa do ar-condicionado,nesse caso qual a melhor solução pra mim?Ficar sem trabalhar não posso por causa dos medicamentos de uso contínuo que preciso comprar e não sou compatível para receber nenhum benefício,sinceramente preciso de uma solução.

    • Neri, complicado essa situação!! Mas, para todos os casos especiais, cabe entrar com pedido de ajuda através da Justiça Federal Especial Gratuita, eles podem analisar o seu direito ao auxílio doença, ou te conceder o direito ao emprego especial através da lei de cotas, deixando claro sua necessidade especial, enfim, nossa orientação seria essa, entre com pedido de afastamento através da Justiça Federal Especial. Boa Sorte!!

  16. Eu sou aposentada por tempo de contribuição e continuo trabalhando, eu tenho esta doença mais não vem ao caso agora, preciso saber por que não posso receber o seguro desemprego em caso de demissão uma vez que continuo contribuindo com todos os meus tributos, os Juízes acham certo? que direitos tem uma pessoa que contribui sendo aposentada ( agente entra com a…… e o governo com o pé, é isso mesmo? )

  17. boa noite, gostaria de saber se tenho desconto de ipi icms e ipva na compra do carro okm, eu fiz uma cirurgia de artrodese na coluna toraxica onde foi colocado 2 astes e 4 pinos…. se a resposta for sim, o que devo fazer para conseguir o direito?
    desde já muito obrigado.

  18. Oi …
    Eu tenho tendinite nos dois punhos e cotovelos e um cisto sinovial no punho esquerdo fiquei afastada 7 meses e quando voltei e passou a estabilidade me mandaram embora e agora nao consigo mais trabalhar pois quando faço esforço ou um movimento repetitivo sinto muita dor. Gostaria de saber se consigo o beneficio do LOAS? Se possivel responda no meu email por favor

    • Stephanie
      O LOAS é um beneficio social pago pelo governo federal, para pessoas que não podem trabalhar por doença ou deficiência.
      Para conseguir o LOAS é preciso passar por pericia médica e avaliação social no INSS, somente após essas avaliações é que podemos saber se será concedido o LOAS ou não.
      Para dar entrada no LOAS é preciso ter um relatório médico completo e detalhado e procurar a agência do INSS para agendar a avaliação social.
      Porém, se você estava trabalhando e já tinha a doença, vale a pena entrar com pedido de Auxilio Doença, para isso, pode tentar a justiça federal especial, onde o atendimento jurídico é gratuito e não precisa pagar advogado.
      Desejamos Boa Sorte!!
      Abraços

  19. oi,me chamo netinha tenho,31 anos e sou portadora de coxartrose e estou de auxilio doença a quase 2 anos pelo INSS, tenho muita dificuldade p caminhar pois tenho dores fortes e de acordo com meu médico a cirurgia deverá ser feita apenas com 50 anos pq tenho q colocar prótese ,gostaria de saber se tenho direito de comprar um veículo com desconto. Obrigada!! Aguardo respostas!!

  20. Olá, tenho 23 anos e sofro com tendinopatia no supra espinhal no ombro direito e tenho epicondilite lateral no cotovelo esquerdo. eu tenho direito ao benefício do INSS?

    • Ola, Juli!!
      Direitos, todos os brasileiros tem, mas quem avaliar a condição para este direito, somente os médicos peritos do INSS, ou a pericia judicial da Justiça Federal Gratuita.
      Os benefícios são: Auxilio Doença para quem trabalha de carteira assinada ou paga com contribuinte individual.
      Beneficio Social chamado LOAS para quem não pode trabalhar por doença ou por deficiência.
      E a aposentadoria por invalidez para quem for julgado temporariamente ou não, pelos médicos peritos do INSS.
      Boa Sorte

  21. OLA ,EU TENHO UMA FILHA CADEIRANTE HOJE COM 26 ANOS,EU ACREDITO QUE TODOS ESSES ANOS FAZENDO MUITOS ESFORÇOS ,EU ADIQUIRI UMA S DORES NO CORPO TERRIVEL.
    EU TENHO BURSITE NOS BRAÇOS E NAS COXAS E ISSO TA EMPEDINDO QUE EU FAÇA QUALQUER TIPO DE TRAPALHO,ATÉ PRA ESTENDER ROUPAS NO VARAL E DIFICIL,MINHA COLUNA DOI TODOS OS DIAS …EU NAO CONSIGO DORMIR ,PORQUE QUANDO ME DEITO AS DORES AUMENTA,ENTAO TOMO CALMANTE…MAS DE MANHA ,AS DORES CONTINUAM.
    JA PASSEI EM VARIOS MEDICOS MAS NINGUEM CONSEGUIU ME AJUDAR.
    EU TAMBEM TIVE CANÇER NO UTERO,PRECISEI FAZER UMA CIRURGIA RADICAL,POR ISSO GOSTARIA DE SABER SE CONSEGUIRIA ME APOSENTAR,PAGO INSS COMO AUTONOMA E TENHO 52 ANOS.
    OBRIGADO

    • Silvia, quem avalia este direito é o médico perito do INSS, as formas de conseguir a aposentadoria por invalidez é através de algum tempo recebendo auxilio doença, o próprio perito do INSS solicita a aposentadoria por invalidez. Ou entrando com o pedido judicial através da Justiça Federal Especial, você pode ir em uma unidade dos fóruns federais especial, eles te dão todas as informações e não precisa pagar advogado.
      Boa Sorte

    • Olá, Luciene
      Para ter o beneficio de auxílio doença, é necessário ser contribuinte individual ou estar trabalhando registrado.
      Você pode dar entrada no benefício pela internet. Precisa ter um relatório médico descrevendo a sua doença com código da doença (CID) e exames que comprovem a doença e a atividade da doença.
      Porém, mesmo portando o relatório médico você quem determina o direito é o benefício é o perito médico do INSS.
      Boa Sorte!!

  22. ola sou arlene tenho 27 anos parece que tenho a doença o lúpus fui demitida do meu serviço queria saber qual é os meu direito .

  23. Bom dia, tenho ar a sete anos, e o mesmo tempo de aux. doença, já tentei 2x voltar ao trabalho a ultima hoje, trab.2 dias e não consigo por o pés no chão de tão inchados e parecem estar pegando fogo, o pessoal da minha empresa fica chocado ao ver. ela classificada como doença de still do adulto cid-M08. Tenho como entrar na justiça pedindo aposentadoria por invalidez?

  24. Ola! tenho 58 anos tenho artrite reomatoide já um bom tempo estou também com artrose cravicular nâo consigo trabalhar já contribui para o inss mais de 20 anos tenho direito a algum auxilio?

  25. COM O LAUDO DE ” DISCRETA SUBLUXAÇÃO LATERAL DO PRIMEIRO METACARPO EM RELAÇÃO AO OSSO TRAPÉZIO, CONSIGO APOSENTAR POR INVALIDEZ. SOU PROFESSORA HÁ 23 ANOS. O PROBLEMA É NA MÃO DIREITA E SOU DESTRA.

    • Olá, Maria!!
      Não consigo te responder essa pergunta.
      A aposentadoria por invalidez é decidida pelo perito do INSS e não é concedida por doença e sim por condições clínicas, não basta ter a doença é preciso provar para o INSS que tem incapacidade para o trabalho permanente.
      Quase sempre a aposentadoria por invalidez acontece após um longo período de afastamento por auxílio doença e após tentativa de reabilitação profissional.
      Boa Sorte.

  26. OI TUDO BÉM EU QUERO SABER SE EU CONSIGO ME APOSENTAR POR INVALIDEZ COM A DOENÇA TENDINITE NOS OMBROS ARTRODESE LOMBAR TENDINOPATIA E UM EDEMA NO JOELHO E OMBROS NAÕ CONSIGO TRABALHAR JA FUI NA PERÍCIA 4 VESES E NAÕ PASSEI NAÕ SEI MAIS O QUE FAÇO ME RESPONDE POR FAVOR ASSIM
    QUE PUDER OBRIGADO

  27. Passei 6 meses da minha vida sofrendo de dores sem se quer imaginar o eu tinha, na epoca eu fazia tratamento contra acne com remedio fortissimo como isotretinoina que segundo a dermatologista dizia que as dores eram por conta do remedio, pois 6 meses se passaram e quando eu nao podia mais andar resolvi procurar uma outra dermatologista expliquei o que estava acontecendo e ela passou uma serie de exames inclusive o AR eu ainda ate comentei com ela eu estava igual a minha vo que tem a doença eu achei impossivel eu ter aquela doença que ate entao eu achava que era doença de pessoas idosas! Me enganei o exame deu positivo eu estava com a maldita AR depois disso fiz outros exames para confirmaçao e comecei um tratamento expecifico com remedios tbm fortissimos, tratei 2 anos a doença foi quando a rematologista me liberou do tratamento, aguentei mais 2 anos sem tratamento e agora volta a sentir dores por todo o corpo e os ossos dos pes e maos estao saltados acho que inchados no momento estou de atestado por 7 dias ate os exames ficarem prontos para levar para reumato porem meu plano nao cobre reumatologista e infelizmente tenho que pagar por uma consulta que custa o olho da cara $ 250,00! pra quem ganha pouco mais de um salario minimo nao e nada facil desimbolsar tudo isto…

    • Olá, Eliane.
      Sinto muito pelo diagnóstico.
      Sugiro que você busque o Serviço Social da sua cidade, e peça para ser orientada para conseguir uma vaga em um ambulatório de reumatologia do SUS.
      Super bem vinda ao Blog e Boa Sorte no novo tratamento e não abandone + .. abandonar o tratamento nunca é uma boa escolha :)
      Bjs

  28. Olá, tenho AR á 3 anos, tive 5 mêses em crise, acamada, mas justo nas 2 perícias que tive eu estava sem inchaço, apenas andando devagar e mancando, devido ao repouso, esperando o dia da perícia, as 2 tentativas foram indeferidas, por incapacidade laborativa.
    Vou entrar com recurso, mas comecei á tomar agora o ARAVA e estou melhor, o que vc acha, volto á trabalhar e deixo o recurso correndo, ou espero pra ver se o arava vai me deixar sem dor definitivo??

  29. eu ja com 62 anos é 9 meses , sofro de 6 bico de papagaio so da cintura abaixo , é duas disco de ernia , isto por ser trabalhadeira . é foi negado o meu benefício especial que caminhou por 6 anos é foi baixado é negado é eu trabalhei em economia familiar é ainda trabalho arrastandoso no trabalho de casa na acricultura eu não aquento mais … tem dia q. eu nem ando de coluna travada tomo muito remédio é sem dinheiro pra se tratar como eu faço pra me pedir a aposentadoria … me ajudo é mande a resposta por meu email . se eu tirar

  30. oii,priscila, na verdade não estou desempregada, estou afastada ainda mantenho o registro na carteira e recebo beneficio do inss,será que afastada por mais de 2 anos eu posso fazer o saque do fgts.
    bjuss

  31. GI …

    Vc já tem + de 2 anos que está desempregada, se nesse período vc não teve nenhum registro em carteira, mesmo que temporário.. Ou seja..

    2 anos desempregado tem direito ao Saque total do FGTS, porém, acredito que este saque seja possível apenas no mês do seu aniversário..

    Consulte a Caixa Econômica Federal .. será + rápido do que pedir o saque pela AR.

    Bjs

  32. oiii priscilla, tenho um fgts de um emprego que pedi a conta, será que consego recebelo atraves da justiça?estou afastada do emprego já faz mais de 2 anos, meu salario diminuiu muitoo, até priscila melhoras pra vc

  33. oi pri adorei seu blog tenho fibromialgia reumatismo estou afastada a 6 meses mas tive que trocar de medico sera que os peritos do inss vaõ se impor? obrigada adelina

  34. Olá, Saula ..

    Eu não sei te responder isso, porque o Imposto SImples é imposto federal pago a receita federal, e o INSS é outro imposto, vc precisa ver com o seu contador se vc recolher INSS tbe…

    Para ter direito ao auxilio doença ou aposentadoria é precisar pagar o INSS através de carnê individual …

    Bjs

  35. Marcinha ..

    Podemos sim, procurar uma instância maior que o INSS, que seria a Justiça Federal Especial, mesmo em auxílio doença vc pode dar entrada no pedido de afastamento pela federal especial..

    Infelizmente não é fácil, e mesmo sendo dificil tem gente pilantra que consegue fraudar o INSS e por conta dessas fraudes, nós que precisamos pagamos o preço …

    Lute pelos seus direitos e não desista no primeiro não… Boa sorte na pericia .. Bjs

  36. Olá,Priscila,

    Meu nome é Saula e sou portadora de artrite e artrose,há dois anos atras trabalhava por 15 anos e estava afastada pelo inss e o médico da perícia me deu ala com as seguintes palavras "você só vai se aposentar daqui a dez anos quando estiver toda atrofiada numa cama',pior do que isto, ao retornar fui demitida e agora sou autônoma pelo simples (empreendedor individual),será que consigo me aposentar pelo simples?

    Obrigada.

  37. Olá Pri… Achei o Blog por acaso e adorei!!! eu sou soro positivo para AR 8 anos, fiquei em beneficio durante 4 anos, sou professora e não aguento escrever e ficar em pé muito tempo, minhas articulações são todas inchadas e doloridas, pra fazer algumas coisas tenho que tomar morfina e mesmo assim dura só alguns dias, pois os remedios estão se tornando fracos para o nivel da dor… Mesmo assim recebi alta em Maio de 2011 desde então esta uma luta para conseguir receber o que me é de direito!!! Tenho pericai deia 05/10/2011. E gostaria de saber se antes de passar em pericia eu posso procurar uma estancia maior e qual seria? Onde devo ir no propio INSS ou é em outro lugar???
    Espero que me dê uma luz!!!
    Obrigada e estou no aguardo!!!

  38. Com todos laudos vc acha que deveria ter me afastado e ter concedido beneficio pra mim

    ? Sou esteticista e hoje apos 10mezes de dor intença estou um caco,nao alho mais no espelho pois meu semblante e dor.sabe pricila munca recebi do inss mem um centavos para ajudar vencer essa dificuldade que estou passando.eu te agradeço pela sua atençao ok abraço

  39. Rosimar.

    Eu compreendo o seu momento de dor e indignação referente a postura do INSS, + essa pergunta não é fácil de responder…
    Todas as pessoas que contribuem para o Sistema de Previdência do INSS, têm direito ao beneficio de auxílio doença, porém, ter a doença não é determinante para ser concedido o beneficio, mesmo que nossos médicos escrevam que estamos impossibilitados de trabalhar pela evolução da doença e dor, somente o perito do INSS tem o poder de aceitar ou não esta indicação de afastamento..

    Pela quantidade de altas que vc teve, sugiro 2 coisas

    - Dar nova entrada no Auxilio Doença, em outra agência do INSS (e se for concedido vc pode entrar com recurso para receber os períodos anteriores)

    - Entrar com pedido de afastamento pela Justiça Federal Especial, pois na pericia vc será atendida por um médico perito.

    Precisando, estou a disposição.

    Abç.

  40. oi gostaria de saber se sou uma pessoa que necessito de beneficio do inss ?pois negado ja por quatro vezes e os laudos sao assim , da coluna lombar:retificaçao da lordose lombar osteófitos somatomarginais incipientes hipertrofia facetaria de L5-s1 a esquerda -esclerose segmentar das sacro-iliacas.com laudos para os peritos escrito assim paciente com retificaçao lordoselombar, sacroileite,espondilite anquilosante me estou fazendo o uso dos medicamentos como o embrelenternecpte50mg,semanalmemte+ sulfanalizina2g+ indolmelacina 50mg +lirica+ paco+ ciclobenzoprina 10g,+ venlaxina75+ sera que realmente estou doente pois sinto dores vinte quatro hora por dia ou estou tomando medicamento atoa por favor me fala sobre os laudos pois estou desesperada.obrigado

  41. Olá, Pedro.

    Vc só pode ter isenção do Imposto de Renda se tiver aposentado por invalidez ou recebendo auxílio doença, se tiver trabalhando na ativa, não é possível a isenção do imposto de renda.

    Abç.

  42. Pedro Borges
    Boa noite Pricila
    Estou percebendo que voce esta sendo de grande valia neste blog, por isso tambem quero lhe fazer uma pergunta, e sobre o imposto de renda se posso ser isento, e como fazer para ter este benefico.
    Atenciosamente
    Pedro Borges
    Sombrio SC

  43. Oi..

    Anônimo

    Vc é professora da rede estadual? SP?

    Não compreendo, quando vc diz que seu exame consta como reagente + ñ tem vírus. Para estar afastada do trabalho, não basta ter exame fator reumatoide positivo, é preciso estar com a doença em atividade, e/ou ter dor que compromete a realização das atividades da vida diária, apresentar exames de RX,algo do tipo que diga que tem atividade a doença e enfim..

    É preciso que seu médico diga que vc não possuí condições para o trabalho…

    Se não se sente apta para o trabalho, não comprometa a sua saúde, busque ajuda médica e se necessário peça o afastamento do trabalho até sua doença estiver sob controle.

    Precisando estou aqui.

    Bjs

  44. OI PRI LI O SEU BLOG E ACHEI O MAXIMO, OBRIGADA. ME DESCOBRI COM FATOR REUMATOIDE POSITIVO, ANEMIA HIPOCROMIA E SOROPOSITIVA, MEU EXAME SOROLOGICO NAO APRESENTA VIRUS APENAS O REAGENTE. TENHO SENTIDO OS SINTOMAS MUITO AGUDOS DA SOROPOSITIVIDADE E DO REUMATISMO, MAS SOU CONSIDERADA APTA PARA O TRABALHO E NAO CONSIGO ME APOSENTAR NEM MESMO AFASTAR DO TRABALHO PQ ACHAM Q EU NAO SOU INCAPACITADA PARA TAL S VEZES LECIONO CHORANDO DE DOR , AH EU NAO RECORRI , DEIXEI COMO ESTAVA

  45. Kinha..

    Busque o Serviço Social do seu local de trabalho, a medicina do trabalho, eles tem autonomia para solicitar agilidade nesse processo.. Eu tbe tenho um cargo público federal, e sempre que preciso de algo, busco a assistente social que fica junto da medicina do trabalho, elas sempre me ajudam..
    Bjs

  46. Oi, Pri!!! ACHEI O BLOG POR ACASO E AMEI!! VOU ACOMPANHA-LO…
    Tenho doença de still do adulto, que é um tipo de artrite reumaotide, uma prima, sei lá rsrsrsr Estou em crise desde outubro do ano passado e nao consigo controlar… Tava tomando corticoides, arava e azulfim. Suspendeu tudo porque minhas transaminases tavam muito alteradas… Agora estou tomando corticoides e embrel. Estou melhorando mas ainda nao esta controlada… Esta esta sendo a crise mais demorada que ja tive… Tenho a doença diagnosticada ha 10 anos, hj tenho 33 anos… Estou de liçenca saude desde outubro, trabalho em um orgao federal, sou concursada e estou tentando uma remoçao por motivo de saude, pois trabalho em outro estadp, longe da minha familia… Entrei com o pedido administrativamente e até hj nao obtive resposta, eles dificultam muito… Minha ansiedade só aumenta e dificulta eu sair dessa crise!!! Preciso muito ficar perto da minha familia e a Uniao SÓ ira ganhar, pois com o apoio da familia trabalharei mais, sozinha adoeço mais facilmente e eles me pagam sem trabalhar…

  47. Oi, Pri!!! ACHEI O BLOG POR ACASO E AMEI!! VOU ACOMPANHA-LO…
    Tenho doença de still do adulto, que é um tipo de artrite reumaotide, uma prima, sei lá rsrsrsr Estou em crise desde outubro do ano passado e nao consigo controlar… Tava tomando corticoides, arava e azulfim. Suspendeu tudo porque minhas transaminases tavam muito alteradas… Agora estou tomando corticoides e embrel. Estou melhorando mas ainda nao esta controlada… Esta esta sendo a crise mais demorada que ja tive… Tenho a doença diagnosticada ha 10 anos, hj tenho 33 anos… Estou de liçenca saude desde outubro, trabalho em um orgao federal, sou concursada e estou tentando uma remoçao por motivo de saude, pois trabalho em outro estadp, longe da minha familia… Entrei com o pedido administrativamente e até hj nao obtive resposta, eles dificultam muito… Minha ansiedade só aumenta e dificulta eu sair dessa crise!!! Preciso muito ficar perto da minha familia e a Uniao SÓ ira ganhar, pois com o apoio da familia trabalharei mais, sozinha adoeço mais facilmente e eles me pagam sem trabalhar…

  48. Oi, Ju..

    Se nos aceitarmos, o mundo nos aceitará!! (frase da Lalá).

    M-08 dá direito sim a isenção tarifária, tanto na gratuidade do transporte público, quanto na compra de carros 0km com descontos de ipi e icms.

    Assuma seu lugar de direito, não pedimos pra ficar doente e precisamos de condições especiais para estar no mundo dos que não tem a doença.

    Bjs

  49. Nossa Pri, são tantas dúvidas…

    O CID da ARJ é M08.0 ela está englobada nas doenças que tem direito a isenção e gratuidade??
    Cheguei a fazer as carteirinhas de metro, onibus e trem, mas me sentia muito mal pois todas as vezes q me apresentava nas conduções pediam mu RG, isso me constrngia muito e não foi nem uma nem duas vezes q os motoristas insinuaram q eu não tinha nada… como eu não tinha maturidade suficiente, acabei não revalidando as carteirinhas, passes… agora estou com o laudo novamente para levar no para a perícia… No meu caso não apresento deformidades, mas mesmo com remicade não consigo ficar muito tempo na mesma posição e além disso tem as medicações q men sempre nos permite ter a disposição que gostaríamos de ter… não tenho deformidades físicas, mas já tive problemas em rins (superado) baço(superado) fígado(superado) vc teria alguma informaçõ sobre meu caso?? Inclusive quando minha cabeça (psíquico) ficou melhor eu passei a reassumir q sou sim portadora de necessidades especiais, mas por muito tempo eu mesma questionei esse posicionamento, mas a cada dia vamos nos fortalecendo.

    beijos

  50. Olá, Lia.

    Sinceramente, não consigo te ajudar muito. Porque pelo que você descreve, vc trabalha muito e esta com vários sintomas e sinais de alguma doença que ainda não sabe o que é, acredito que o médico reumatologista, saberá te orientar direitinho.

    Eu penso que, se você não esta em condições físicas de trabalhar, precisa dar um tempo para seu corpo descansar e este descanso vir a colaborar para sua recuperação, já pensou em sair de licença médica por uns dias?

    O que fazer?

    Ouvir o médico que vc vai passar no dia 30. Contar a ele tudo que vc sente e como sente, explique detalhes, precisamos conversar com o médico como se fosse um amigo que quer muito te ajudar, o medico precisar saber de tudo e então vai te examinar e dar um parecer sobre o que vc tem.

    Fico na torcida por vc…depois volte aqui para nos contar.

    Bjs

  51. Oi Priscila

    meu nome é Lia. Tenho dores crueis e que vem se agrvando há quase des anos. Mas somente há dois meses consegui o seguinte diagnóstico: Aumento de concentração do radiofármico nas articulações acronio e esterno-claviculares, nas colunas torácica e lombar, nas articulações coxo-femorais, nos tornozelos, nos pés, nos punhos, nas articulações mtacarpo-fallangeans e nas articulações interfalangeans das mãos. Coclusão processo ósseo articular nas áreas descritas. Além disso me exames para reumatismo ultrapassa 40, quando o normal ´13. Meu olho direito está maior, minha sombrancella mais alta, pouquíssi,a visão e meu esterno está erguido com um defeito estranho. Tomo 10 a 14 dorflex por dia, hipertensa, diabética e com arritmia cardíaca. O ortopedista insiste que eu tenho problema de coluna, achei e marquei consulta na reumatologista dia 30.05 pois na minha cidade não tem.
    Sou professora em duas sevretaria públicas, efetiva há mais de20 anos e em duas escolas particulares. Trabalhando mais de 75 h por semana,m enlouqueço de dor no pescoço, caneça e copro. Que fazer??? Quais são meus direitos??/
    Me ajude, pelo menos me orientando. SOCORRO!!!!
    Abraço LIA
    liavcarvalho@yahoo.com.br

  52. Oi Priscila. Sou a última anônima que comentou. Não consigo cadastrar meu nome. Bom…hoje foi minha consulta e graças a Deus,…nada de lúpus, mas como VHS e PCR continuam elevados, a minha reumato disse que é mesmo AR. Me passou dois remédios pra manipular: Nimesulide (100mg) e Ranitidina (150mg). Volto em consulta daqui a 20 dias e conto como fiquei. Valeu

  53. Olá.. posso sim..

    Converse com seu reumatologista e peça para que ele considere os seus sinais clínicos!!!!!

    Meu FAN, FR tudo tudo sempre, sempre negativo.

    VHS e PCR sempre, sempre muitissimo elevado…. e trazia os sintomas da doença, dor, edema articular, rigidez matinal e quando tomei Metrothexate foi a melhor época com a doença, ou seja, se não fosse AR ñ teria tido boa resposta ao MTX, hoje ñ posso + tomar MTX desenvolvi alergia e faço uso de biológico + penso que vc deve conversar com seu médico, enquanto a certeza do diagnóstico não vem, você não pode deixar os sintomas tomarem conta de vc… Então, tenha uma conversa sincera com seu médico, como diz minha reumato, "ela sempre tratou o que ela via" e não o que os exames diziam, graças a Deus ela sempre foi uma mãe pra mim e graças a essa visão de DIAGNÓSTICO CLÍNICO dela, eu hoje não estou tão ruim, pq tbe não to boa rsrs + penso que poderia estar pior e acho que apesar de tudo, contrariando as expectativas eu to bem e vc vai ficar tbe.

    Boa sorte, Bjs

  54. Priscila, vou contar com a sua experiência na doença e nas dores…há dois anos comecei a sentir dores nos pés e pulsos. Comecei com uma investigação atraves de um ortopedista, que não revelou nada. Um tempo depois, acho que uns seis meses, as dores pioraram, dái procurei uma reumato, que me pediu testes de FR, FAN, PCR, VHS e outros tantos. O FR não deu nada, mas claro, como em todo processo infeccioso, lá estava bem alto o VHS e PCR. Continuo investigando, agora com outra Reumato, que me pediu tb waaler rose e outros anticorpos, todos não reagentes. Mas o que me preocupa é que tenho, depois de dois anos, todos os sintomas da AR e o FR continua negativo, porém com elevações de leucótios, VHS e PCR. Temo não ter um diagnóstico preciso e continuar sem saber o pq das dores e sem um tratamento adequado. Já tomei metotrexato com prednisona e acido folico, fiquei bem melhor, mas atualmente, com essas investigações intermináveis, não estou tomando nada. A cada dia a dor piora e se espalha. Migra de um dedo pro outro, mas é contínua nos pulsos, cotovelos pés. Com a sua experiência, acho que vc pode me dar um direcionamento, talvez?!!

  55. Oi, Jane

    É assim mesmo, o que nossos medicos pedem não é determinação para os peritos eles dão o que "acreditam" ser o correto. Mas após 45 dias vc ja pode entrar com a prorrogação.

    Bjs

  56. bom dia pri ja fiz minha pericia, sou aquela pessoa que lhe escreveu que tem 30 anos vc ta lembrada de mim a minha pericia ia ser 03/05 a medica me deu 60 dias mas o que aminha medica pediu foi 120 dias + a perita so deu 60. obrigado pela sua resposta eu tinha colocado como anonima + meu nome é jane

  57. Oi..

    A pericia do INSS é um segredoo nca sabemos o que o perito vai decidir, se estamos doente,para realizar as atividades diárias básicas temos dificuldades então, precisamos se afastar do trabalho, porém o atestado do nosso medico não determinar que o INSS conceda o beneficio, ou seja, ficamos nas mãos dos peritos.. infelizmente vc precisa esperar o dia da pericia.. para pessoas que estão empregadas eles entregam o resultado logo após a pericia.

    Boa Sorte.. Bjs

  58. boa noite pri gosto muito do seu blog tenho 30 anos eu tambem sou portadora da AR e estava de atestado por 15 dias agora entrei para o inss vou faser minha pericia dia 03/05/ e estou muito procupada estou em crises e descobri des de 2009 ja tomo arava e corticoides o outros agora.sou vendedora e não consegui mas trabalhar ainda lutei muito mas agora não deu + sinto muitas dores e tenho tido ate dificudades para digitar essas palavras os dedos vão enduresendo. os meus joelhos doen muito e todas as minhas juntas fora o ombro direito e se não bastase meu joelho deu osteopenia e uma subluxação.me responda estou estou aguardado

  59. Anônimo..

    A doença por si só, não determina o afastamento + se vc tem dor, se a doença esta ativa e tem atrapalhado na execução do seu trabalho, converse com seu médico e peça o afastamento + quem vai decidir se tem direito ou não é o médico perito do INSS, todos nós passamos por esta coisa chata, chamada pericia.

    Bjs

  60. Anônimo..
    Andamento Judicial prioritário, existe algumas doenças previstas em lei + temos o direito de pedir a interpretação da lei a nosso favor, por isso converse com seu advogado.

    Bjs e boa sorte!

  61. Venina..

    Tbe sinto fadiga depois da medicação. A dor ainda não observei nenhuma melhora + ainda é cedo..

    Olha, vc já fez pericia?
    Vale a pena ir ver como anda este processo… Infelizmente é triste esperar, agora se o judicial não saiu e o administrativo ja acabou, vale a pena entrar com auxilio doença de novo até ter o parecer judicial pois são 2 coisas diferentes.

    Bjãoo e boa sorte pra ti!!

  62. BOA NOITE
    MUITO UTIL AS INFORMAÇÕES.
    PARABÉNS.
    SOU PORTADORA FIBRO E DOR NEUROPATICA, GOSTARIA DE SABER SE TENHO DIREITO A PRIORIDADE EM PROCESSOS JURIDICOS.
    OBRIGADA.
    CRISTINA

  63. pri estou em uma situaçao dificil meu seguro acabou e ate hj nao recebi resposta da pericia judicialo devo fazer esperar , ou tentar arrumar outro emprego apesar q acho q nem consigo estou sentindo do joelho e na cirurgia deu um carocinho o q esta me deixando preocupada e vou voltar no ortopedista no final do mes e quando o efeito da humira esta acabando estou dando crise , e nos dias q tomo do efeito colaterl como ardençia nos olhos e um cansaço enorme coomo se fosse me dar uma gripe ja faz 7 meses q entrei na justiça e nao tenho nenhuma resposta me de uma luz o q posso fazer .obrigado venina

  64. Olá, Sheila

    Primeira coisa: calma… calma.. calma… procure ficar calma.. o stress aumenta a nossa dor!!

    16 anos atrás ainda não existia a infinidade de medicamentos modernos que temos hoje, isso aumenta a nossa esperança de “sair da crise o + rápido possível”e + importante.. além de nos tirar da crise, não permite que tenhamos grandes sequelas da doença.

    Realmente quando a doença esta em atividade devemos repousar. Mas pedir para fazer acordo, eu acho que você não deveria fazer isso, converse com seu médico e peça afastamento do trabalho, entre no auxílio doença, dê um tempo para a AR estabilizar, quando entramos em crise, precisamos parar tudo e esperar a crise passar, tentar continuar trabalhando enquanto sentimos dores horríveis é muito sacrificante, por mais que amamos nosso trabalho, nós devemos ser + importante que tudo. Mas não peça demissão nem faça acordo, entre em auxílio doença, quem sabe em pouco tempo sua AR estabiliza e depois você volta a trabalhar.

    Pense uma coisa, se trabalhar com AR é difícil … será + difícil se você pedir acordo e depois com a AR estável ter que procurar emprego novamente, passar por todo o processo de seleção, então é melhor pedir afastamento, ficar em auxílio doença por um tempo e depois quando tiver em condições de ter alta, você volta a trabalhar na mesma empresa, afinal sua vaga vai continuar lá.

    Bem Vinda ao Blog .. a partir de agora vc ñ estará + sozinha..

    Bjão e ñ deixe a peteca cair!!

  65. Boa noite,

    Encontrei este site hj, no meio do meu desespero, são 00:24 horas e não paro de chorar.Pois hj descobri que estou em crise,
    aos 16 anos fiquei paralisada e fui diagnosticada AR, trabalhava e estudava,sofri muito durou um mês a paralisia e Graças a um milagre de Deus não fiquei com sequelas.Hj com 31 anos convivendo com a AR me encontro novamente com fortes dores, só que a minha ataca a Nuca, além das articulações sofro com enxaquecas.Sabemos que precisamos de repouso, não consegui trabalhar hj de tanta dor q sinto e não sei o que fazer para continuar trabalhando enquanto estiver em crise.estou pensando em pedir acordo na empresa para ser demitida para poder me tratar. O q vcs me aconselham????
    Obrigada

  66. oi ñ estou nada bem do corpo e da mente tem horas que por mais que me esforce tenho vontade de me matar de tanta dores e o pior que ninguem me esculta acha que é manha só quem tem essa doença pra saber oque é dor fisica e mental tenho 41 anos a 6anos luto com a doença mais sinto que estou pendendo as forças lutei mais 3 anos no inss e não consegui nada dexisti e voutei a trabalhar mesmo sentindo forte dores e muitas dificuldades de fazer movimentos repetitivos trabalho em uma firma tercerisada de limpeza um verdadeiro trabalho escravo mais foi o jeito que encontrei para poder pagar as minhas contas ja que virou uma bola de neve enorme estou ate com ordem de despejo estou muito deprimida me trato de depressão moderada crave no hospital das clinicas e tambem me trato de diagnósticos M329 F329 L10 L732 K590 E039 hipotireidismo;doença do refluxo gastro esofágico;dermatose por transtorno facticio;abscessos axilares;distrofia simpático-reflexa,tomo treze tipos de remédios e ñ sinto melhora alguma e quando o remedio faz bem pra uma doença faz mau para outra penso em dezistir do tratamento que ñ vejo melhora alguma so aparescendo mais doença tem horas que penso em ate desistir de viver ainda mais quando vc ñ tem apoio de ninguem me sinto muito sozina sem ninguem para conversar por-fovor me ajude a desvendar esses mistérios um forte abraço vencedora

  67. Olá, parabéns pela clareza das informações. Site muito útil! Resumidamente, descobri que tenho 4 protusões discais, artrose, bico de papagaio, tendinite. Tenho muitas dores e estou pelo INSS há 7 meses. Tenho direito à aposentadoria por invalidez? Protusão discal, artrose e tendinite são casos que levam à aposentadoria? Como devo fazer? Aguardo o INSS? Obrigado, Carlos.

  68. Olá, Deise.

    6 meses concursada, você declarou a doença quando fez o concurso? ou você entrou no concurso pela vaga de Pessoa com Necessidades Especiais (deficiente).

    Se vc não se sente bem, deve procurar o seu médico reumatologista e solicitar o seu afastamento do trabalho, pelo menos até a doença estabilizar.

    Eu imagino o quanto tenho sofrido pelos nódulos no pulmão. Mas não se permitar morrer por dentro, vamos reagir e lutar contra a doença, nós somente morremos quando desistimos de lutar e creia por pior que pareça a crise, ela sempre vai passar e depois estaremos + fortes e corajosas.

    Não deixe a peteca cair, agora você não está mais sozinha.. Bem vinda a família do blog.

    Bjs..

  69. Olá Priscila parabens pela inicativa, serei resumida, comecei trabalhar em 1979, trabalhei por 12 anos, casei tive filhos, um especial, abandonei por anos o trabalho, qd voltei ativa fiz uns bicos sem registros, agora faz 6 meses q sou servidora publica, mas ñ estou conseguindo devido a artrite, tenho mt limitações, canseira e fadiga nos braços, trabalho de merendeira, e certas coisas encontro dificultades em fazer, mas mesmo com dores eu faço, tomo medicamento injetavel, ñ respondo a tratamentos via oral, um certo medicamento me deu nodulos pulomonar, tive q fazer cirurgia,e ñ sei o q faço pois a" casca tá inteira' mas por dentro estou morrendo, me dá uma palavra me diz qualquer coisa, obrigada .Deise

  70. Oi, Nilma.

    A empresa no que seria responsavel pela sua doença? compreendo que a empresa não tem essa responsabilidade, uma vez que a sua doença não é laborativa e sim uma doença auto-imune, degenerativa e crônica.
    Três (3) anos se passaram e você perdeu o direito ao período de carência para o auxílio doença.
    Compreendo que se você esta com dificuldade para trabalhar mesmo que como autonoma, pode e tem direito a pedir o auxílio doença, pois pelo que compreendi você recolhe o carnê individual.

    Sei o quanto este caminho é penoso porém, se precisamos temos que nos sujeitar a esse estressante caminho.

    Bem Vinda ao Blog

    Bjão..

  71. ola pricila,qndo eu trabalhava ha 3 anos atras em uma empresa fui diagnosticada com AR,mas so um dos medicamentos q o medico passou custava 150 reais e eu nao sabia de meus direitos,hoje ja se faz 3 anos e nao consigo mais andar por muito ttempo,acordo e arrumo a casa aos poucos, diante da situaçao de incapacidade procurei uma reumato e fiz exames meu reumatismo esta a 26 qndo o normal é inferior a 13.
    bom enfim eu sai da empresa e nao me tratei,nao sabia da gravidade do problema,a secretaria da empresana epoca ate falou q se eu quisesse levar as documentassoes ela me ajudaria no q precisasse pra entar com recursos,mas eu tinha dado uma melhora e deixei pra la.e sai da empresa ja faz 3 anos.gostaria de saber se como foi diagnosticado qndo eu ainda trabalhava na empresa e eu tenho como provar isso se eu tenho algum direito a requerer beneficio atraves desta empresa,ou se posso requerer como autonoma que é oq eu sou hoje,trabalho com emprestimo mas nao tenho registro nenhum..fico aguardando o retorno..beijos

  72. Olá, Antonia.

    A AR é uma doença de fases, temos fases ruins e menos ruins .. rsrs (que chamamos de Boa) rsrs .. e infelizmente sempre temos recaídas e o grande lance é aprender a trupicar + não cair.. , o levuflonamida (arava) é uma excelente medicação e promete controlar a doença, vc vai ficar bem.
    Nossos ombros costumam fazer bursites no ultrassom da pra ter uma idéia do motivo da dor no ombro.. depois nos conte o que foi..

    Bem vinda ao blog, fique conosco e vamos trocando nossas experiências.

    Bjs..

  73. Olá Priscila,
    Meu nome é Antonia SP – Descobri que tinha AR em maio de 2010. Começou com um pequeno formigamento na ponta do pé direito e logo se estendeu para todo o pé principalmente na "sola". Fui num ortopedista e ele disse que estava inflamado apenas, me deu um antiinflamatório, mas as dores continuaram e aumentando a cada dia, indo para todos os dedos ( já estavam ficando tortos). e indo para o pé direito. Felizmente procurei um outro ortopedista, Dr. Ricardo, diferentemente do outro me pediu exames de sangue e ultrassom dos pés, e me encaminhou para um reumatologista.
    Após varios exames e análise clínica, fui diagnoticada com AR.
    Como a doença já estava se espalhando rapidamente, já estava comprometendo os dois pe´s, o meu pulso direito, meu dedo indicador, meu maxilar e tb. meu olho esquerdo. Comecei o tratamento com 30mg de corticóide, arcoxia e 8 comprimidos de MXT. A médica que cuida do meu caso pe muito atenciosa toda e qualquer dor que sinto ela logo pede exames. Como o tratamento com o MXT não estava avançando muito ela trocou pelo ARAVA ( pego no SUS gratuitamente, pois é muito caro). Estou me sentido melhor, consigo andar quase normalmente, sinto poucas dores no nos pés, meu dedo parou de dores, só quando aperta. Ultimamente tenho começado a sentir um certo incômodo nos ombros, coisa que nunca senti antes, estou fazendo ultrassom.

    Apesar dessa melhora eu posso voltar a sentir tanta dor como antes? Tenho dores nos joelhos, mas médica acha que é falta de exercícios, ela só me liberou hidroginástica.

    Sou muit feliz com minha família, mas tenho medo de uma reaída.

    abraço

  74. Oi, poder eles podem + você tem direito de entrar com recurso através da Justiça do Trabalho. Infelizmente não existe lei de estabilidade que obrigue as empresas a não nos demitirem, existe até um prazo de estabilidade + é para casos especificos de acidente de trabalho, para doença eu não sei de dizer qual seria a lei que te garanta a estabilidade, isso já aconteceu com alguns seguidores do blog, que entraram com recurso judicial e 01 deles conquistou o emprego de volta e outro foi indenizado. + cada caso um caso.

    Boa Sorte.

    Bjs.

  75. minha amiga disee pri que escutou o medico da empresa falando com o responsavel do meu setor,dizendo pq estava tirando 15 dias de atestado,ela acha que vou ser logo dispensada,minha duvida e se a empresa pode me dispensar mesmo eu doente ,alegando que a minha doenca nao e devido ao meu trabalho,qual o procedimento que devo tomar,pois antes de eu entrar nesta empresa eu nao sentia nada nenhuma dor,

  76. Oi, anônimo.

    Bem, pq avalia que a empresa vai te dispensar? Dor articular e provas inflamatórias elevadas não configuram diagnóstico fechado de artrite reumatóide, as vezes o diagnóstico leva tempo para ser fechado. Porém, se você ainda sente dor e avalia que não consegue trabalhar, acredito ser o ideal que fique + uns dias afastada. Não compreendi bem qual sua dúvida? …

    Fique calma, não se deixe estressar pois o stress aumenta as dores.

    Estou a disposição.

    Bjs.

  77. queria muito ser respondida ,estou com algumas dores nas articulacoes minha medica pediu alguns exames e na hemossedimentacao e proteina c reativa tava alterado, ela pediu alguns exames mais especificos, estou de atestado de 15 dias e acho que quando voltar a empresa vai me despensar ,ela pode fazer isso comigo quais sao os procedimento que devo fazer trabalho seis horas digitando atendo muitas vezes 400 ligacoes por dia depende do fluxo preciso de um resposta ,qual o procedimento que devo tomar,teno 25 anos nas me encontro nua situacao que nuca pensei.

  78. Oi Pri, obrigada pela força! Vc vai conseguir! Boa Sorte na perícia!!!

    Eu marquei a minha prorrogação hoje e marcarão pra dia 12/01/2011, e vou confiar em Deus…
    Beijos…
    Vc é muito especial pra todos nós…

    17 de dezembro de 2010 14:33

  79. Oie, Nádia.

    Eu pedi a prorrogação e a pericia foi marcada para 31/01/2011.. tantos um né. rsrs

    Sim, você tem que apresentar o encaminhamento na pericia, é bom levar tudo que comprove que você esta fazendo o acompanhamento direitinho.

    Eu tenho que marcar a infiltração nos meus tornozelos e esta época do ano é terrivel todo mundo ta parando + a doença não para!! .. isso é Brasil.

    Bjs.

  80. Pri, Nádia de Volta Redonda.Obrigada pela atenção, Vc é uma pessoa muito especial!!! Vai dar tudo certo na sua perícia!!! Em nome de Jesus.

    Quanto ao cirurgião de pé, eu já fui encaminhada pra ele e vou marcar a consulta em janeiro,pq a agenda dele só abre ano que vem. Pois primeiro agente passa pela triagem e depois marca para o cirurgião de pé, a minha dúvida é a seguinte; se eu devo apresentar o encaminhamento que a triagem do INTO me deu para o cirurgião de pé no dia da pericia, pois de qualquer forma o meu reumatologista falou que eu vou ter que fazer a cirurgia.

    Vou marcar minha perícia amanhã, Deus nós abençoe…Beijos…
    Fica com Deus!!!

    Temos que crer no Deus do impossível…

  81. Oi, Nádia.

    Desculpe a demora em responder.

    Vamos lá..

    Você deve mostrar para o cirurgião de pé, a carta de encaminhamento, para que o cirurgião possa saber de onde você esta vindo e seu diagnóstico.

    Quanto ao INSS, eu penso que se a doença esta em atividade, você vai aguardar vaga para cirurgia e a dor esta sempre presente, creio que não seja viável vc pedir para ser demitida ou pedir as contas, eu defendo que independente da opnião do perito, quem conhece nosso corpo, somos nós, quem sente as dores somos nós, então ninguém melhor que você mesma para avaliar se deve ou não voltar a trabalhar. Pense bem, e olhe pelo lado lógico, se vc sair da empresa agora, será + dificil ainda para conseguir o benefício do INSS pois desempregados no INSS são vistos como oportunistas, infelizmente é isso.

    Não se deixe stressar (como se fosse possível), eu estou marcando a minha prorrogação hoje e que Deus nos abençoe.

    Fique em paz !!!

    Bjão

  82. Pri,Sou Nádia de Volta Redonda, ver se vc pode me ajudar! A Empresa onde trabalhada trocou de dono e tb o CNPJ, mais eu fiquei sabendo que o CNPJ que esta na minha carteira ainda esta aberto, se os peritos me colocarem pra fora, será que eu tenho direito de receber alguma coisa? Pois, voltar a trabalhar lá, não dá mas por causa da distância. Estou com muita dúvidas!!! Será que vc pode me ajudar? Beijos…

  83. Olá Pri, é verdade! Mais, a empresa onde trabalhava é no Rio e é uma escola de informática lá não tem como voltar a trabalhar pela distância, pois quando a doença manifestou eu ainda morava lá no Rio e agora moro em Volta Redonda. Eu esse ano já me escrevi no Pré vestibular, pois vou tentar fazer faculdade de administração pública para tentar um concurso público. Pri a minha AR esta em atividade pois fui encaminhada para o cirurgião de pé para fazer cirurgia, pois meus dedos dos pés estão entortando,eu devo apresentar o encaminhamento que a triagem me deu para o cirurgião de pé? Qualquer esforço que faço meus pulsos inchão, então estou tensa por causa da perícia. Se por acaso eles me jogarem pra fora vc acha que devo recorrer?
    As vezes amiga, eu penso se eles me colocarem pra fora eu não vou recorrer vou procurar outro emprego aqui em Volta Redonda e tentar seguir em frente, mais quando vem as dores eu me pergunto, será que vou conseguir!? Fico com medo!!!
    Obrigada pela sua atenção…
    Amiga força que vai dar tudo certo na sua pericia.
    Beijos…Deus te abençoe!!!

  84. Oi, Nádia

    Eu sei bem como é isso, a decisão da aposentadoria deve ser iniciativa do perito, eu não sei se vale a pena, sugerir ao perito que nos aposente, isso aumenta a chance de ouvir uma resposta mal criada. Existe lei que diz que após 24 meses devemos voltar ao trabalho readaptados ou aposentados, porém sabemos que isso nem sempre funciona. Mas vc já pensou em estudar alguma coisa para que vc tenha outra profissão e com isso voltar a atividade profissional em outra profissão, ocupando a vaga de deficientes. Mas enfim, o meu beneficio tbe vence em 31/12 .. é presente de ano novo para nós, já vamos começar o ano periciando!!! Como minha AR esta em atividade e muito provavelmente terei que operar o tornozelo que está com lesão de ligamentos e derrame articular nos 2 tornozelos.

    Eu estou pensando em fazer outra faculdade para voltar a trabalhar em outra profissão, somos jovens, temos que abrir novos horizontes.
    Bjão

  85. Oi Pri, sou Nádia de Volta Redonda,Sou portadora de AR desde 2004, quando descobrir em estava trabalhando tive que parar de trabalhar em 2006 e me encostar, pois não estava mais conseguindo trabalhar, como, trabalhava como Operadora de Telemearketing o serviço é muito repetitivo eu não suportava as dores. Pri, já fiz várias perícias e com isso já estou a quatro anos e meio, tudo picado, mais nunca me deram alta. Como tenho certeza que não tenho condições de voltar a trabalhar por causa das dores, vou ter que marcar perícia,pois, acaba o tempo agora em 31 de dezembro, você sabe se eu posso pedir para o médico perito me aposentar ou isso ele que tem que decidir no dia da perícia? Amiga todas as vezes que vou fazer pericia, fico nessa agonia, pois sabemos que quem tem AR, tem dia que tá boa e tem dia que ruim. Aguardo resposta sua ansiosa!!!Beijos..

  86. Olá, AMARILDO de Cascavel.

    A doença não tem cura + tem tratamento e tem medicamentos modernos e através disso podemos ter qualidade de vida, mesmo tendo a doença. Quando a doença esta em atividade devemos buscar repouso e com isso afastamento do trabalho ou diminuição das atividades para dar ao organismo condições favoraveis para se recuperar. Porém, a artrite é uma doença que não nos permite parar, eu estou aposentada não somente porque tenho artrite + porque tenho complicações inerentes a artrite, mas procuro mesmo sem estar trabalhando me manter ativa porque se a gente parar a nossa vida para e a artrite não vai parar, quanto + parado + rigidos menos flexíveis, menor massa muscular e menor resistência.
    O próximo passo, é aguarda todos os resultados de exames e seu médico reumatologista deve estabelecer qual o melhor tratamento para você. claro este passo é um passo médico.. vamos para o seu próximo passo:
    - Procurar se exercitar, caminhada, musculação com baixo impacto articular;
    - Buscar informações com outros pacientes sobre a doença e estilo de vida (tipo aqui no blog)
    - Seguir com rigor e disciplina as orientações médicas, ñ deixando de tomar nenhum remédio…

    Enfim.. como eu digo, a vida não termina aqui.. começa uma nova vida e construção de novos caminhos.

    Juntos nossa caminhada se torna mais suave.

    abç.

  87. Obrigado por publicar essa materia de extrema necessidade ao conhecimento dos portadores AR que estão sem nenhuma informação sobre a doença que nem EU,mais uma vez obrigado.Alcimar Torres

  88. Oi..sou Amarildo de Cascavel,paraná. tenho muitas dores nas articulações. Fiz exames, inclusive de sangue, p´rém, a médica disse que não tenho nada. não sei se é má vontade por parte dela, já que aqui no Brasil a gente só consegue exercer nossos direitos com muita luta. não penso em me aposentar ou ficar sem trabalhar por causa disso, mas andei lendo e pelo que vi, esta doença não tem cura. to fazendo outros exames..mas não sei qual o próximo passo. sou funcionário público estadual. Abraços…

  89. Olá Priscila,
    Obrigada pelo retorno e pelo carinho!
    Vc tem toda razão, quando retornamos aos que nos escreve, ainda que seja uma resposta breve, demonstra que nos importamos com o outro e que estamos à sua disposição. Faz com que se sintam acolhidos e amparados!rs
    Recebi sua msg em relação ao encontro e farei o possível para participar.
    Passarei por aqui, sempre que puder.
    Um forte abraço e muita LUZ!
    Sandra

  90. Olá, Sandra.
    Bem vinda ao blog, visitei seu blog, irei comenta-lo em breve, + localizei 2 blogs e irei comentar os 2. rsrs … O blog é meu projeto do coração, onde dedico meu tempo e procuro responder rapidamente a cada seguidor, para quem recebe a resposta é muito importante e isso tem feito a diferença em muitas vidas.
    Passe sempre por aqui, e deixe um pouquinho de você.

    Bjs.

  91. Olá Priscila, boa tarde!
    Passeando pela net, tomei conhecimento do seu Blog e achei muito interessante. Tmb tenho AR, diagnosticada há oito anos e desde então, venho tentando conviver com a doença e fazendo dos meus dias, o “menos dolorido” possível, em todos os aspectos!rs
    Que tem AR sabe o qto esforçados e otimistas temos que ser, para "driblar" a dor e o sofrimento e não deixar que ele nos vença!
    Iniciativas como a sua e a do GRUPASP, nos fazem sentir amparados e com isso, temos a certeza de que não estamos sozinhos, além de Deus, que é o nosso Maior Refúgio!
    Parabéns pela iniciativa e pelo carinho, que tem tratado seus seguidores e pelas informações que disponibiliza.
    Também tenho um Blog chamado Papel de Mulher, http://papeldemulher.spaceblog.com.br
    onde procuro colocar artigos, vídeos, fotos e informações, que julgo importantes não só às mulheres, mas tmb aos homens, que em sua grande maioria, não vive sem nós! rs
    Convido-a a visitá-lo e ficaria contente se deixasse seu comentário e, caso queira me mandar artigos, dicas e informações, que julgar pertinente, ficarei muito feliz em divulgá-lo.
    Sou Psicóloga e AMO o que faço… Procuro ajudar meus pacientes a lidarem com suas dificuldades, a dor é uma delas, e a se fortalecerem, ganharem autonomia, motivação e confiança para enfrentarem os desafios da vida e valorizarem suas conquistas e a não desistirem de lutar por aquilo que acreditam! Assim como fiz, quando a doença estava quase me vencendo… Dei um “chega pra lá” nela e fui em busca dos meus direitos e minha independência e assim, venho “ensinando” meus pacientes a lutarem tmb! RS
    Desejo que tenha muita Saúdee muita força!
    Haja Luz e Boa Sorte!
    Abraço,
    Sandra Tonsa
    sandratonsa@hotmail.com

  92. cleuma foi aunica saida q achamos pois nao aguentoficar sentada para costurar estou comprindo aviso aminha perna esta muito inchada estou agora com uma dor imensa muito obrigado pelas suas palavras sei tambem q vc esta em um momento dificil vc tem msn vamos entrar em contato o meu e veninahelena@hotmail.com

  93. Para a amiga Anônima.

    1º Você era registrada e recolhia INSS ?
    Se sim, mesmo tendo sido demitida vc tem direito a entrar com pedido de auxílio doença.

    2º Compreendo que vc possa entrar com um processo trabalhista, pedindo a reintegração do seu contrato de trabalho e ainda solicitar indenização por ter sido demitido durante o período em que investigava uma provavel doença, e que os sintomas desta doença começaram a se manifestar ainda quando vc era empregada da empresa. *** Conheço alguns casos semelhantes, e em um deles a empresa foi obrigada a contratar novamente a funcionaria por um período determinado pelo juiz, mas ao termina o prazo, a empresa voltou a demiti-la.

    3º PLANO DE SAÚDE, depois de demitido a operadora do plano de saúde, tem um prazo para aceitar a continuidade de pagamento do convênio, ou seja, ligue para o plano de saúde com urgência e busque informações, pois se tiver dentro do prazo, vc pode continuar pagando e poderá utilizar o plano de saúde normalmente.

    4º .. Portador de Artrite Reumatóide, no meu entender deve procurar emprego declarando sempre a doença, pois é algo que não tem como esconder e uma hora ou outra a empresa vai saber que vc já tinha a doença quando foi admitida, isso é falado aqui no blog no Post .. Concurso Público, onde discutimos .. prestar concurso na vaga normal ou como Portador de Necessidades Especiais.. leia o tópico.

    Bem… que Deus te dê sabedoria para resolver essa situação da melhor forma possivel.. Estarei na torcida por vc e volte aqui para nos contar .. e diga seu nominho.. assim fica mais facil pra mim te responder.

    Beijinhos..

  94. Olá, Marilza.

    Bem vinda a nosso cantinho.

    Olha eu acho improvavel que vc tenha artrite desde os 12 anos, pois se tivesse e com o tratamento que relata, deveria ter seqüelas avançadas da doença. As doenças auto-imunes são de dificil diagnóstico e em sua maioria são composta de múltiplos sintomas, mas somente um médico reumatologista poderá te responder essa questão com precisão. Converse com seu médico, anota toda as suas dúvidas e pergunte sem ter vergonha, pois devemos ter uma relação de confiança com nossos médicos. Obrigada por compartilhar a sua história conosco.

    Bjos.

  95. olá Priscila! eu moro em Colatina-ES, TENHO ARTRITE REUMATOIDE, diagnosticada a 2 meses e também fibromialgia. as vezes fico confusa pois aos 12 anos eu já tinha problemas físicos no joelho direito que atrofiava e sempre me disseram que eu tinha reumatismo proveniente da amidalite que tinha desde os 5 anos de idade,. tomei muitas becetacis e sempre tinha dores. agora aos 27 anos resolvi procurar uma especialista particular pois no SUS da minha cidade só tem um que é o que me atendeu desde criança. demorei uns 6 meses para ela descobrir o que eu tinha e ainda assim não tenho certeza se é só isso, pois nunca estou totalmente sem dores. o interessante é que meus raios X não deram deformidades, mais meus pulsos com frequencia estão abertos e sinto dores na coluna. Gostaria de saber se é possível que eu tenha esta artrite desde os 12 anos?
    também queria compartilhar contigo um novo problema recente; nas minhas coxas a mais ou menos 1 mes vem aparecendo manchas roxas que começam avermelhadas e vão roxeando e depois somem e aparecem outras, fico pensando se não é o medicamento! mais a medica fez exame de sangue a 1 mes atras e não constou alterações!
    quero dizer que o que nos sustenta nesta dificil batalha é DEUS e eu sei que sem ele não suportariamo tantas dores. fique com Deus e é um grande prazer te conhecer!

  96. Anônima…

    Boa tarde,descobrir dia 10/09/10 que estou com AR, porém fui demitida dia 18/08/10, sendo que já estava com as dores como trabalhava em uma Clínica de Medicina e Segurança do Trabalho como Assistente Comercial. Quando sentir as primeiras dores no ombro e no pé esquerdo fui oa ortopedista na clínica que fica na própria empresa, o mesmo mandou bater RX e disse que não estava com nenhum osso quebrado e que eram os tendões que estavão inflamados, ele passou remédio e disse que caso não melhorasse passou pra que eu fizesse natação três vezes por semana, logo em seguida tive que fazer exames periódicos e por já está com 43 anos tive que fazer vários exames inclusive teste ergométrico sendo que neste mesmo dia comecei a sentir uma dor na junta do meu anelar da mão direita e no dia seguinte estava sem condições de digitar ou mesmo ecrever, então fui falar com a médica que estava atendendo naquele dia ela examinou minha mão e passou Profenid. Na semana seguinte tive que passar pelo médico do trabalho para realizar o exame clínico, por coincidência quem fez o meu clínico foi a mesma Médica que eu havia falado sobre as dores do meu dedo.Durante o meu exame clínico ela falou que todos os meus exames estavam ótimos e então falei que o remédio que ela havia passado para as dores do meu dedo estava me causando dor no estômago ela aconselhou que eu tomasse um amortecedor gástrico e que não parasse de tomar o remédio.Depois desse dia não fui mais a nenhum Médico, porém a empresa havia feito um Plano de Saúde Empresarial. E como já havia feito muitas consultas a custo da empresa resolvi esperar um pouco para me consultar pelo plano até por que as dores haviam melhorado.
    No mês de Agosto as dores começaram a aumentar e então resolvi procurar um especialista. Como a agenda da médica era muito cheia só consegui vaga para o dia 24/08/2010, sendo que no da 18/08/2010 fui demitida e nã fiz nenhuma objeção, pois até o momento eu não sabia qual era o meu problema e nem se era realmente um problema pois a médica passou uns onze exames e um deles tinha que ir par um laboratório em São Paulo e demoraria 15 dias.
    Quando fiquei sabendo que setratava de Artrite Reumatóide fiquei sem saber o que fazer, pois a médica disse que eu não deveria ficar sem plano de saúde, porém não tenho condições de pagar por um plano, até porque agora estou desempregada e sem condições de trabalhar, pois pela manhã minha mão direita amanhece toda inchada, meu cotovelo dói muito, meu calcanhar esquerdo tem dia que não consigo nem andar direito.
    Este foi um pequeno relato do que me aconteceu e os meus questionamentos são:
    1- Tenho como entrar com uma ação de reintegração, junto a empresa em que eu trabalhava mesmo a AR não sendo uma doença ocupacional.
    2- Posso tentar reaver o plano de saúde pagando o que a empresa pagava.
    3- Coloquei currículo em algumas empresas antes de saber que estava com AR, caso seja chamada para uma entrevista terei que dizer que sou portadora de uma doença auto-imune e a mesma pode não querer me contratar.

    Peço sua ajuda pois não sei o que fazer, só sei que não posso ficar desempregada, pois o que meu marido ganha não dá para cobrir todas as despesas ainda mais agora tendo que tomar tanto remédo,pois além da AR estou com Osteopenia.

    Agradeço, desde de já pois esou perdida e não sei o que fazer.

  97. Caroline..

    A reabilitação do INSS, funciona +- desta forma, eles vão até o seu local de trabalho e avaliam onde vc poderia trabalhar de uma forma + tranquila e + adaptada a sua condição fisica … O pedido de aposentadoria no INSS é uma conduta do próprio médico perito, assim como ele pede a reabilitação ele tem poder de pedir a aposentadoria + caso isso não aconteça temos direito de pleitear isso no Fórum Federal Especial .. + senta que la vem história .. somos muito novas e é preciso provar que além de termos a doença, não temos condições de trabalhar.. + quem sabe em uma outra profissão .. Conheço pessoas que se deram bem com a readaptação do INSS.. depois nos conte como foi com vc.

    Bjs

  98. Olá!!!
    Priscila, muito obrigada por compartilhar informações tão importantes, eu não sabia que tinha tantos direito. Bom… também tenho AR, desde os 17 anos hoje tenho 25, sou casada há 4 anos e apesar das dores sou muito, muito feliz. Minha família é tudo para mim sem eles não sei onde estaria agora. Estou afastada do meu emprego há 24 meses, agora o INSS me encaminhou para reabilitação profissional, vou comparecer nesta 2ª feira, estou com medo…Vai dar tudo certo!!! Tenho uma perguntinha tb… Foi diagnosticado M05.8, não tenho mais a articulação do punho direito e o ombro direito está indo pelo mesmo caminho, não tenho com fazer varias coisas na minha casa, meu vhs sempre aumentando… Mesmo com essa reabilitação tem como eu entrar com um pedido de aposentadoria???

  99. Olá. Cleuma.

    O CID M06 é da artrite reumatoide, a lei dos funcionarios públicos nos concede direito a licença para tratamento de saúde, e após 24 meses de licença, temos direito a aposentadoria por invalidez + somente após 24 meses direto de licença. Procure o recursos humanos da sua unidade e se informe, se vc não se sente bem, talvez seja hora de priorizar a sua saúde e melhorar sua qualidade de vida.

    Bjão.

  100. Só tenho a parabenizar por esse blog tão explicativo.
    Obrigado por tratar esse assunto com tanta informação. Enviei um email para você para tirar algumas duvidas.
    Agradeço sua resposta

  101. Pri!Mais o médico me trata como AR e coloca esse cid p/ eu pegar rémedio excepcional com LME e coloca esse cid M05.8.Bjuss vc tem msn?Obrigada

  102. Olá, Nádia.
    O CID ñ seria, M.05 que é da artrite reumatóide, o CID M 05.8 é da Espondilite Anquilosante, ambos os CIDs constam da lista da isenção e tem direito a gratuidade.

    bjos.

  103. Priscila,Nádia de VR, o cid da minha é M05.8, e quanto ao Pis, eu recebia mais depois que a empresa parou de depositar o fgts, foi cancelado! Será que consigo? Bjuss…

  104. Nádia .. o cid b 18.2 não consta na lista de doenças com direito a isenção tarifária, busque orientação no serviço social da sua cidade.bjs.

  105. Nadia, eu acredito que conforme a sua idade, a aposentadoria que você pode requerer é por invalidez, sendo neste caso indicado você entrar com pedido judicial através da Justiça Federal Especial, pois a aposentadoria por invalidez ou vc entra com pedido judicial ou o perito no ato da pericia indica a aposentadoria (o que é raro). O Pis/Pasep vc saca na caixa economica federal conforme a tabela de mês de aniversario. Precisando estarei sempre disponível. Bjos.

  106. Priscila, boa tarde! Sou Nádia de Volta Redonda, mesmo estando encostada até dezembro já posso dar entrada na aposentadoria antes de acabar o benefício? E onde posso dar entrada p/ tentar receber o pis/pasep. Obrigada mais uma vez. Deus te abençoe! Bjuss

  107. Priscila, parabéns pela iniciativa do blog.
    Já convivo com a AR desde os 24 anos e já estou com 39 agora.Não tem sido nada fácil. Consegui minha aposentadoria depois de 04 anos afastada pelo auxílio doença. Desejo muita força,ânimo e tudo de bom para todas as pessoas que sofrem com doenças crônicas.
    Um abraço Geiza

  108. Oi, Nádia
    Direito de se aposentar por invalidez todos nós temos, o grande problema é conseguir a aposentadoria, na pratica todo segurado com mais de 24 meses de auxilio doença, deveria ser aposentado, mas Brasil é Br.. e isso não acontece, acredito ser ideal você entrar com pedido judicial da aposentadoria para então ser avaliada em pericia por um médico reumatologista. Vc deve solicitar a aposentadoria através do forum federal especial. bjos

  109. Boa noite,Parabens! Sou de Volta Redonda, RJ. Gostaria, se vc pudesse tirar algumas dúvidas minha. Trabalhava de carteira assinada e agora estou encostada pelo Inss desde 2006, a 4 anos e meio, tenho 38 anos, sou portadora de AR e não consigo mais trabalhar por causa das dores constante, faço tratamento, tomo remédios caros,como: predinisona, metrotexato,acido folico, omeprazol, meloxicam esub cutânio o Adalimumabe, mas na verdade os remédios so aliviam as dores. Então gostaria de saber se tenho direito de me aposentar por invalidez? Obrigada, Deus te abençoe!

  110. Boa noite;Pri! sou de montes claros mg,tambem sou portador AR.estou afastado do trabalho pela 3 vez,trabalho de motorista no trans/de passgeiros e não aguento mais trabalhar.o inss só me afasta por 60 dias.estou fazendo fisioterapia mas não estar ajudando muito pois tenho hérnia discal lombar.vc me ajudou bastante,vou procurar meus direitos.beijos!

  111. Parabéns, as informações aqui contidas ajudaram muitas pessoas,
    gostaria de saber, se você já fez alguns estudo referente a trabalhos que os portadores de AR poderiam efetuarem em casa quando desse é claro, tem alguma sugestão, porque no momento, estou incapacitado de andar,
    e tendo muitas dores o joelho,pés,mão, faço uso de metrexato 7.5 mg semanal / 10 mg predinizona diario /colchicina 10 mg diarios, muito grato pela atenção, SAÚDE !!!!!!!

  112. ADOREI O SEU BLOC. GOSTARIA QUE ME INFORMASSE SE TENS CONHECIMENTO DE ALGUMA AÇÃO GANHA POR PORTADOR DE ARTRITE REUMATOIDE PARA ISENÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA?? SE TIVERES GOSTARIA SE POSSÍVEL QUE ME ENVIASSE POR E-MAIL, DESDE JÁ AGRADEÇO. ATENCIOSAMENTE

  113. Boa tarde, Pri! sou do Rio de Janeiro, tambem Sou portadora AR, estou afastada do trabalho 15 dias, trabalho 16 anos em uma ONG, forcei ate onde eu pude, pois preciso muito do dinheiro para pagar dividas e aluguel mais o meu limite chegou, nao estou aguentando mais, pretendo ir na minha reumatologista na 2 feira e tentar me afastar pelo inss, pois preciso de um tempo p/mim estou debilitada, tipo muitas dores no corpo todo, mal estar, cansaço, pressao alta, colesterol alto e deprimida, vc me ajudou bastante ok, espero saber mais coisas sobre vc, me deseja boa sorte. Um beijo!!!!!!!!!!

  114. Olá Pri…Parabens pelas instruções e orientações. Sou portador em potencial de artrose nos membros superiores, e em constante tratamento. Ha cinco anos fundamos a “APAVI” Assoc. dos Portadores de Artrite do Vale de Itajaí (Itajaí/SC)com mais de 300 associados cadastrados recebendo toda sorte de apoio e assistencia fisio-masso-psicoterapeuta, alem da social e juridica. Sou vice-presidente da ANAPAR Assoc. Nac. de Grupos de Pacientes Reumáticos, com séde em Brasilia. Vou divulgar este teu blog para todos que conheço. Abraços João José
    apavitajai@hotmail.com

  115. GOSTEI DO SEU BLOG. SÓ GOSTARIA DE SABER SE É FACIL PROVAR PARA O INSS QUE A DOENÇA ESTÁ PREJUDICANDO O TRABALHO E TRABALHO AGRAVANDO A DOENÇA.TENHO ARTRITE E LER E TRAB. COMO SECRETARIA E DIGITADORA E TEM DIAS QUE ACORDO PESSIMA.MAS TENHO QUE TRABALHAR.BJOS!!

    • tenho 19 anos e sofro com fibromialgia e tendenite, estou trabalhando atualmente tem possibilidade de receber auxilio doença no periodo de tratamento, pelo fata de ser muito nova?

  116. Oi…. obrigado pelo comentário.. mas a questão de licitação se enquadra:
    6º – Se o medicamento é um medicamento que já está cadastrado no SUS, a compra é mais rápida (não precisa de licitação) e você recebe mais facilmente. Quando o medicamento é importado, excepcional ou não está cadastrado no SUS, ele precisa ser comprado por meio de licitação.

    Essa parte se refere a medicação que não estão na lista do SUS.

    Talvez tenha mudado, mas ainda não sei.. vou pesquisar..

    Muito Obrigado

  117. Priscila,
    peço desculpas, não estou c/ tempo – hoje – p/ ler toda a parte jurídica. única que posso opinar- voltarei a ler
    não é preciso nunca licitação p/ conseguir remédio c/ ordem judicial
    um abraço
    mariinha

    • EU TENHO REOMASTISMO NO SANGUE, O TRIPLO DO NORMAL, ALEM DE QUE TENHO NAS ARTICULAÇÃO, Á UNS DOIS ANOS ANTES DESSES RESULTADOS ENTREI COM UM PEDIDO DE AUXILIO, COM ADVOGADO MAS NÃO PAGUEI NADA, UM NUMERO 0800. MAS ME FOI NEGADO, QUANDO DESCOBRI AGORA Á UM MES ATRS FUI CM EXAMES DE RX, EU PROPRIA MARQUEI A PERICIA,ME FOI NEGADO. AGORA ESTOU COM OUTRO RECAMINHAMENTO, COM ESSE EXAME DE REUMATOIDE,53.5. ALTISSIMO”POIS NÃO TENHO RENDA Á SER DESSE MEU TRABALHO SOU dOMESTICA ,NÃO TENHO OUTRA RENDA ALGUMA,,REGISTRDA, SOU DOMESTICA, AGORA CHEGUEI AO LIMITE POIS SINTO MUITA DOR NA PERNA ESQUERDA ATE A SOLA DO PE, DESCOBRI Á POUCO TEMPO, SO QUE AGORA DEICHEI NA MÃO DO ADVOGADO, HOJE LIGUEI PRA ELE ELE DIZ QUE PRECISO DE + EXAMES, QUE SERÁ NEGADO, COMO FAÇO , PARA FAZER VALER MEUS ATESTADO,VOU PEDIR A cONTA, POIS SINTO MUITA DOR MESMO, ESTOU TOMANDO aNTI DEPRESIVO TAMBEM, ALEM DE QUE ESTOU NA FILA Á ESPERA DE UMA cIRURGIA DE HERNIA DE hIATO , ESOFAGO”/ ME AJUDE!
      MEU EMAIL, É SOALNGESOARESS@HOTMAIL.COM

      • Solange.
        Você precisa conversar com o seu médico reumatologista, realizar exames apenas para fins periciais não é uma coisa legal, isso traz custos e muitas vezes no SUS não será possível realizar esses exames. Converse com o seu médico e solicite um relatório médico detalhado, contando de forma clara e objetiva os seus problemas de saúde e citando o CID (código da doença). E para solicitar o afastamento através da justiça, não precisa pagar o advogado, você pode utilizar o serviço gratuito através da Justiça Federal Especial Gratuita, lá eles tem advogados e as atendentes te passarão todas as orientações.
        Desejamos boa sorte!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>