Artrite Reumatoide e o Açúcar

Handful-of-sweets-002Três motivos para você consumir açúcar com moderação
Aumento e estímulo da atividade inflamatória.
Riscos de diabetes
Sobrepeso e sobrecarga articula
Aumento e estímulo da atividade inflamatória
O açúcar, não é uma das causas da artrite reumatoide, açúcar e artrite não estão relacionados diretamente, porém, o açúcar tem papel importante na atividade inflamatória e no ganho de sobrepeso em pessoas com artrite reumatoide.
Pessoas com artrite reumatoide, ou outras doenças reumáticas inflamatórias, podem experimentar aumento na intensidade da dor quando consomem altas doses de açúcar.
O açúcar traz como conseqüência à manutenção do estado inflamatório prolongado em doenças autoimune como a artrite reumatoide ou a diabetes, isso prejudica a regulação da homeostase (equilíbrio interno), promovendo defeitos estruturais nas nossas células, que entende isso como uma toxina no nosso organismo que conseqüentemente estimulam o processo inflamatório. Sendo a artrite reumatoide uma doença reumática inflamatória, logo, o consumo de açúcar influencia o processo inflamatório ou pelo menos, ajuda a manter uma crise, aumentando a dor e dificultando o controle da doença. Por isso, é recomendado que pessoas com artrite reumatoide, venham consumir moderadamente o açúcar refinado, buscando alternativas de substituição por açucares naturais e adoçantes.
Artrite Reumatoide, corticóide e a predisposição a diabetes
Outro risco do açúcar na artrite reumatoide está relacionado com o uso de corticóide.
Estudos comprovam que pessoas com artrite reumatoide usuárias de medicamentos corticóide aumentam a predisposição a desenvolver diabetes permanente, essa predisposição pode ser modificada com adotando uma dieta com controle do açúcar.
Pessoas que estão usando corticóides, em doses acima diárias continuas e geralmente em doses maiores que 20 mg/dia, tem uma grande possibilidade de desenvolver o diabetes transitório, que é causado pelo corticóide, esse tipo de diabetes, tende a desaparecer quando a dose do corticóide for diminuída ou retirada, porém, quando a pessoa em uso de corticóide, tem o costumo de consumir açucares e doces, conseqüentemente pode desenvolver um diabetes crônicos, portanto, é preciso controlar rigorosamente o consumo de açúcar quando estamos em uso de corticóides.
Eu quando estava usando doses altas de corticóides, tive diabetes transitórias, algumas vezes tive que fazer uso de insulina e por alguns bons meses eu tive que tomar medicamentos diários em comprimido para controlar o diabetes, e nessa época se eu comia um docinho, passava mal horrores e tinha que fazer o Dextro (glicemia capilar, exame rápido de diabetes), sempre que isso acontecia, a glicose no sangue estava super alta e tinha que tomar insulina. Mas passou, com a retirada do corticóide, não tive mais diabetes. Porém, infelizmente muitas pessoas que apresentam diabetes transitório-medicamentosa, desenvolvem diabetes crônica, e quase sempre isso pode estar relacionado a uma predisposição genética e a falta de controle na alimentação.
Aumento do peso e maior sobrecarga articular

Consumir grandes quantidades de alimentos açucarados pode contribuir para o ganho de peso, por isso a ingestão de açúcar na artrite reumatoide, somado aos efeitos colaterais do corticóide, podem influenciar diretamente o ganho de peso e a chegada do sobrepeso, que irá causar sobrecarga articular e menor vida útil para as articulações do joelho, quadril, tornozelo e a própria coluna. E isso, leva a intensificação da dor e diminuição da qualidade de vida.
A Organização Mundial de Saúde recomenda que um adulto deve ingerir, no máximo, 50 gramas de açúcar por dia (o equivalente a dez colheres de chá ou dez pacotinhos de 5 g, distribuídos em todos os alimentos).
A restrição do açúcar não é recomendado, o adequado é controlar o consumo, procurando consumir açucares naturais presentes nas frutas, evitando refrigerantes e doces, troque sobremesas com doces por frutas, vale a pena trocar o açúcar por adoçantes.
Texto publicado em minha coluna “RecomeçAR no Portal Reumatoguia”
http://www.reumatoguia.com.br/interna.php?id=1734&cat=13&menu=2613

Cursos Técnicos Gratuito em todo o Estado de São Paulo

Inscrições: de 10

Cursos: http://vestibulinhoetec.com.br/unidades-cursos/

Inscrição: 10/04/2014 à 07/05/2014

Site para inscrição: www.vestibulinhoetec.com.br

Curso Técnico de Enfermagem Gratuito – ETEC Mandaqui – SP

Oportunidade para Escola Técnica Estadual do Mandaqui “Cursos Técnicos Gratuitos”

Mandaqui_pronatec

Rua Dr. Luis Lustosa da Silva, 303 – Mandaqui

CEP 02406-040 – São Paulo/SP
Telefone: (11) 2973-8755 / (11) 2283 6603
E-mail: e.mandaqui.dir@centropaulasouza.sp.gov.br / mary@centropaulasouza.sp.gov.br
Site: www.etecmandaqui.com.br

Cursos oferecidos

  • EdificaçõesPeríodo: Noite – 40 vagas
  • Edificações [acesso as vagas remanescentes]Período: Noite
  • EnfermagemPeríodo: Manhã – 40 vagas

    Para o Curso de Técnico em Enfermagem o candidato deverá ter idade mínima de 17 (dezessete) anos a completar até o dia 31/01/2014.

    Período: Tarde – 40 vagas

    Para o Curso de Técnico em Enfermagem o candidato deverá ter idade mínima de 17 (dezessete) anos a completar até o dia 31/01/2014.

  • Nutrição e DietéticaPeríodo: Noite – 40 vagas

Critérios para ingressar no curso de Enfermagem da ETEC Mandaqui:
- Ter 17 anos completos;
- Ensino Médio completo ou pode estar cursando o segundo ano;
- Fazer o Vestibulinho.

Inscrições: www.vestibulinhoetec.com.br/