Anvisa proíbe a venda do composto de ervas – Rematrós “remédio para dor nos joelhos”

Download PDF

Anvisa suspende venda de composto de ervas para artrose

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicada hoje (21) no Diário Oficial da União, suspende a fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e o uso do produto Rematrós – composto de ervas naturais à base de sementes de sucupira, garra do diabo, unha de gato e vinho tinto, fabricado por empresa desconhecida.

branco

De acordo com o texto, foi comprovada a divulgação e a comercialização do produto, que não tem registro na Anvisa, por meio de dois endereços eletrônicos: www.rematros.net.br e www.remedioparadornojoelho.com.br.
A agência determinou ainda a apreensão e a inutilização das unidades do produto encontradas no mercado. A resolução entra em vigor hoje.

Na internet, o produto é comercializado como “remédio para dores no joelho” e também para o “tratamento” de dores causadas por artrose, artrite, reumatismo, gota, bursite, tendinite, hérnia de disco, bico de papagaio, omalgia (dor no ombro) e lombalgia.

Rematrós é oferecido por R$ 38 mais o valor do frete. Na página virtual, onde não é informado a procedência nem os responsáveis pelo produto, há orientações sobre o consumo e contra-indicações.

Fonte: EBC

PDF24 Creator    Enviar artigo em PDF   

Salto alto aumenta chances de artrite, alertam pesquisadores

Download PDF

As conclusões podem ajudar a explicar por que a artrose é duas vezes mais comum em mulheres do que em homens

Usar salto alto pode não ser algo somente dolorido na hora; o hábito pode também aumentar suas chances de desenvolver artrite ao longo dos anos. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.

Um estudo mostrou que andar em saltos de, em média, 9 centímetros, provoca mudanças no andar semelhantes às observadas durante o envelhecimento de joelhos artríticos.

As conclusões podem ajudar a explicar por que a artrose é duas vezes mais comum em mulheres do que em homens.

Pesquisadores californianos disseram que homens e mulheres têm a biomecânica do joelho bem semelhante quando andam descalços. Por isso as diferenças de calçados utilizados por ambos podem ser possíveis fatores de incidência da condição.

A forma mais comum de artritre, a artrose, é causada pelo desgaste da cartilagem que ajuda as articulações a executarem flexões e levantamentos. Ela afeta mais de oito milhões de britânicos.

Com as articulações rígidas, inchadas e doloridas, fica mais difícil caminhar e subir escadas. Os pesquisadores, da Universidade de Stanford, estudaram o caminhar de 14 mulheres enquanto andavam em diferentes tipos de sapatos.

Quanto mais altos eram os sapatos, mais o movimento da caminhada e dos joelhos mudou. Os cientistas acreditam que o excesso de peso pode tornar as coisas ainda piores. “O uso de salto, especialmente em combinação com o peso adicional, pode contribuir para o aumento do risco de artrose nas mulheres”, diz o artigo publicado no Journal of Orthopaedic Research.

Fonte: Saúde Terra

 

PDF24 Creator    Enviar artigo em PDF   

Implante contra artrite testado com sucesso

Download PDF

Um novo tratamento contra a artrite foi considerado ‘mágico’ pelos primeiros pacientes submetidos aos testes experimentais.

De acordo com o diário britânico Guardian, uma das pacientes, Monique Robroek, passou de um dia-a-dia com dores agudas a uma rotina praticamente normal. Recomeçou a andar de bicicleta, a passear o cão e a dedicar-se a tarefas manuais que há muito tinha abandonado.

A terapia consiste num dispositivo electrónico implantado nos pacientes e os primeiros testes decorreram no Centro Médico Académico de Amesterdão (Holanda), há um ano. Mas só agora se divulgaram os primeiros resultados, bastante encorajadores, já que os doentes dispensaram até alguns medicamentos para conterem os sintomas típicos da artrite reumatoide, como dores fortes e incapacitantes nas articulações e fadiga, entre outros.

Fonte: Sol.PT

PDF24 Creator    Enviar artigo em PDF   

Medicamentos de férias, voltam depois do Carnaval!

Download PDF

Medicamento-Ferias-1Todo ano é a mesma coisa, o período entre Dezembro e Março, marcam grande desabastecimento de medicamentos em todo o Brasil, desta vez, está faltando Cloroquna, Hidroxicloroquina e Metotrexate em vários estados, ainda temos a ausência do exame PPD (Teste para rastreio de tuberculose latente), solicitado aos pacientes que irão começar a usar medicamento biolígico.

Cloroquina, Hidroxicloroquina e Metotrexate são de competência das Secretarias Estaduais de Saúde, portanto, não cabe questionamentos ao Ministério da Saúde e sim aos Estados, por isso, orientamos a todos os pacientes que não conseguiram retirar estes medicamentos que registrem a falta na defensoria pública da sua cidade, ouvidoria da Secretaria de Saúde Local, informamos ainda o contato das associações de paciente da região

Os estados que registram essa falta são: Bahia, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceara e Curitiba. Por isso, informamos o site e e-mail das defensorias públicas:

Bahia: www.defensoria.ba.gov.br e-mail: gabinete@defensoria.ba.gov.br

Brasília: www.defensoria.df.gov.br e-mail

Ceara: www.defensoria.ce.gov.br  e-mail: gabinete@defensoria.ce.gov.br

Curitiba: www.defensoriapublica.pr.gov.br  e-mail: gabinete@defensoria.pr.gov.br

Minas Gerais: www.defensoriapublica.mg.gov.br e-mail: gabinete@defensoria.mg.gov.br,

São Paulo: www.defensoria.sp.gov.br e-mail: dpg@defensoria.sp.gov.br

Rio de Janeiro: www.portaldpge.rj.gov.br/Portal/estrutura.php e-mail: dpgerj@dpge.rj.gov.br, gabinete@dpge.rj.gov.br

Você pode consulta os contatos das defensorias públicas de todo o Brasil, neste site: http://www.anadep.org.br/wtk/pagina/defensorias_nacionais

A defensoria pública pode intervir enviando um Ofício ao Secretário de Saúde do seu Estado, determinando a regularização do fornecimento.

Lute pelo seu direito de acesso! Esses medicamentos fazem parte do protocolo de tratamento da artrite reumatoide e outras doenças reumáticas, a descontinuação do uso, pode trazer graves consequências ao paciente, como ativação da doença controlada ou agravamento dos sintomas e degeneração, além de perda da eficácia do tratamento. Comunique o seu médico e faça a denúncia na Defensoria Pública, fazendo isso, você não estará apenas ajudando a si mesmo, mas também, ajudará aquelas pessoas que por falta de informação desconhecem o seu direito.

Para que possamos intermediar a denúncia as Defensorias Públicas, solicitamos o preenchimento do nosso formulário online:

PDF24 Creator    Enviar artigo em PDF   

Mudanças no Auxílio Doença e Perícias Médicas

Download PDF

O governo federal publicou na noite da terça-feira, 30 de dezembro de 2014, em edição extraordinária do Diário Oficial da União, as medidas provisórias (MPs) 664 e 665, que alteram as regras da concessão de benefícios previdenciários e trabalhistas

As mudanças não serão retroativas, atingindo apenas os beneficiários de agora em diante. Veja abaixo as principais mudanças nos benefícios:

— Auxílio-doença

O auxílio-doença também sofrerá alteração. O teto do benefício será a média das últimas 12 contribuições e o prazo de afastamento a ser pago pelo empregador será estendido de 15 para 30 dias, antes que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passe a arcar com o auxílio-doença.

— Perícias médicas

Também haverá mudanças nas perícias médicas. A MP estabelece a possibilidade do governo fazer parcerias com empresas para que elas façam a avaliação médica dos empregados para a concessão do benefício, que deverá ser homologada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). As regras para as parcerias ainda serão publicadas em decreto.

* Agência Brasil

Profissional de Educação Física
http://lattes.cnpq.br/0726465385948902
Cel: 9287-6505
CREF 077530-G/SP

PDF Creator    Enviar artigo em PDF   

Blog sobre Lúpus concorre à prêmio de reconhecimento do Jornal O Povo de Fortaleza – A Menina e o Lúpus

Download PDF
O blog sobre Lúpus “Porcelana Menina” está concorrendo a enquete do Jornal o Povo – Qual o seu Parceiro O Povo Favorito?. Para votar e ajudar a blogueira Aninha Simão, ela que convive Lúpus, escreve o blog e administra a fanpage “A Menina e o Lúpus” que vem ajudando milhares de pessoas com lúpus de todo o Brasil, a conviver e superar o Lúpus, uma doença autoimune sem cura, mas com tratamento adequado é possível chegar ao controle.
Aninha também é colunista no Portal Reumatoguia.

Conheça o blog da Aninha: www.porcelanamenina.blogspot.com.br/
Fanpage: www.facebook.com/meninalupus

Vote em A Menina e o Lúpus, neste link:
www.opovo.com.br/app/enquete/encontrodosblogueiros/2014/12/29/enqueteencontrodosblogueiros,219/qual-o-seu-parceiro-o-povo-favorito.shtml

A enquete tem objetivo cultural, para reconhecer o trabalho do blogueiro, não deixem de votar, eu já votei!!

Siga as orientações:
Click em: www.opovo.com.br/app/enquete/encontrodosblogueiros/2014/12/29/enqueteencontrodosblogueiros,219/qual-o-seu-parceiro-o-povo-favorito.shtml

Povo1
Selecione A Menina e O Lúpus – observe no final da pagina, o local para confirmar o voto digitando as letras (que vão aparecer aleatoriamente) e click em votar, pronto seu voto será contabilizado.

Povo2

A Menina e O Lúpus, já está em segundo lugar, nos ajude a dar a Aninha este prêmio de reconhecimento!!!

pOVO3

AMeninaEoLupus

Criar PDF    Enviar artigo em PDF